Terremotos de 2,7 e 4,6 de magnitude são registrados na Bahia

1 min de leitura
Imagem de: Terremotos de 2,7 e 4,6 de magnitude são registrados na Bahia
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

No último domingo (30), moradores de várias cidades do estado da Bahia relataram a ocorrência de tremores de terra. O Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte detectou dois terremotos: o primeiro ocorreu pela manhã, no município de Mutuípe (região do Vale do Jiquiriçá), e o segundo aconteceu à noite, no município de Amargosa, que fica no Recôncavo Baiano.

O primeiro terremoto, com epicentro em Mutuípe, teve 4,6 de magnitude, e ocorreu por voltas 7:45h da manhã. Embora o fenômeno não seja assim, tão raro, nessa região, não há relatos de outra ocorrência desse tipo com tanta intensidade. Geralmente, os terremotos são mais fracos, ocorrem de madrugada, e não são percebidos pelos moradores.

Dessa vez, o terremoto ocorreu quando boa parte da população já estava acordada, e a magnitude de 4,6 foi suficiente para causar ruídos parecidos com trovoadas, além de causar vibrações em paredes e janelas. No vídeo abaixo, as câmeras de uma loja flagraram as prateleiras chacoalhando e os objetos sendo jogados ao chão.

Além de Mutuípe, os tremores foram sentidos em outras cidades, como Amargosa, Castro Alves, São Miguel das Matas, Santo Antônio de Jesus e até mesmo em Salvador.

Já o terremoto registrado à noite, às 18:11h, teve epicentro em Amargosa, e 2,7 de magnitude. Com intensidade bem mais baixa que o anterior, o fenômeno foi sentido apenas nas cidades mais próximas ao epicentro.

Ao menos pela manhã, Amargosa registrou nove terremotos com magnitude entre 1,6 e 4,2, segundo o Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP).

Apesar de o Brasil não estar situado em regiões próximas a extremidades de placas tectônicas, a pressão exercida na placa pode gerar tremores como os observados na região nordeste.

Há cerca de 10 dias, outro terremoto foi registrado na cidade de São Félix (que fica no Recôncavo Baiano), com 1,6 de magnitude. Em julho, um terremoto de magnitude 3,5 foi registrado no litoral baiano, na altura da cidade de Ilhéus.

Fontes

Terremotos de 2,7 e 4,6 de magnitude são registrados na Bahia