Cientistas esconderam um evento, como se ele não tivesse acontecido (Fonte da imagem: Cornell University)

Já falamos de capas e metamateriais capazes de tornar um objeto ou uma pessoa completamente invisível. Pesquisas indicam que até mesmo o grafeno pode colaborar para uma solução nesse campo. Isso, por si só, já é instigante o suficiente. Mas agora,os cientistas querem mais: tornar invisível um evento, uma ação que aconteça diante dos seus olhos.

Para entender como isso funciona, lembre-se de que visão humana só consegue enxergar um objeto quando a luz é refletida por ele em direção aos nossos olhos. Se um objeto conseguisse desviar ou absorver completamente a luz, por exemplo, nós não o enxergaríamos. Mas para ocultar um evento, o trabalho seria muito maior e consistiria em manipular a velocidade das partículas de luz.

Recentemente, cientistas da Universidade Cornell, com o apoio do Pentágono, conseguiram ocultar um evento de 40 picossegundos (trilhonésimos de segundo). Para isso, um feixe de luz verde foi projetado dentro de um cabo de fibra óptica e uma lente foi responsável por dividir a luz em duas frequências diferentes, uma mais lenta e outra que se movia rapidamente. Enquanto isso acontecia, a equipe de pesquisadores emitiu um raio de laser vermelho no intervalo dos feixes “verdes”, ocultando-o entre o tempo-espaço e tornando-o invisível.

Por enquanto, não há a possibilidade de esconder eventos de “longa” duração. De acordo com a equipe da Universidade Cornell, seria necessária uma máquina de 29,3 mil quilômetros de comprimento para ocultar uma ação de 1 segundo. Mas fica claro que a pesquisa, publicada na revista Nature, abre novas oportunidades para a indústria militar.

Cupons de desconto TecMundo: