China recolhe DNA de cidadãos para criar banco de dados genéticos

1 min de leitura
Imagem de: China recolhe DNA de cidadãos para criar banco de dados genéticos
Imagem: Revista Abril
Avatar do autor

A China está reunindo amostras de sangue dos homens do país para criar um banco nacional de dados genéticos, aponta um novo estudo. Para tanto, a polícia chinesa tem feito visitas às escolas e até mesmo às casas dos cidadãos há três anos para recolher as informações necessárias.

As primeiras campanhas de coletas ficaram restritas às regiões do Tibete e Xinjiang. No final de 2017, contudo, o Ministério de Segurança Pública da China expandiu as campanhas para todo o país sob a justificativa de melhorar a capacidade dos órgãos de segurança pública de solucionar investigações criminais.

No entanto, o país está recolhendo DNA de cidadãos do sexo masculino sem considerar históricos criminais — incluindo alunos da pré-escola, entre 3 e 5 anos de idade.

a  Money Times/Reprodução 

Segundo o estudo, divulgado nesta quarta-feira (17) pelo Instituto de Política Estratégica da Austrália, essa estratégia não só viola as leis chinesas, como os direitos humanos — o que pode ser ainda mais grave, caso essas informações sejam associadas a outras ferramentas de vigilância e controle.

Através deste banco genético, o estado chinês poderá rastrear qualquer cidadão através dos homens da família. “A capacidade das autoridades de descobrirem quem está mais intimamente relacionado a quem, dado o contexto da punição de famílias inteiras como resultado do ativismo de apenas uma pessoa, terá um efeito assustador na sociedade como um todo”, afirmou a pesquisadora Maya Wang ao The New York Times.

Diversas empresas especializadas em biotecnologia estão auxiliando o governo chinês nesta empreitada, como a multinacional Thermo Fisher Scientific que tem sede nos Estados Unidos, além de chinesas como AGCU Scientific e Microread Genetics. Caso a violação de direitos humanos seja comprovada, as empresas parceiras do projeto também poderão ser acusadas.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
China recolhe DNA de cidadãos para criar banco de dados genéticos