Coronavírus evolui de forma mais controlada no Brasil, diz estudo

1 min de leitura
Imagem de: Coronavírus evolui de forma mais controlada no Brasil, diz estudo
Imagem: ISTOÉ Independenete
Avatar do autor

O Brasil está obtendo mais resultados positivos no que diz respeito ao controle da evolução da covid-19 do que outros países mais afetados. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (1) pelo Núcleo de Operações e Inteligência em Saúde (NOIS) por meio de uma pesquisa que analisou dados coletados entre o dia 21/03 até 31/03.

De acordo com o estudo, as medidas de contenção adotadas pelo Brasil assim que a epidemia chegou ao país teriam colaborado para uma evolução mais lenta. Dessa forma, a covid-19 tem evoluído de maneira mais controlada no Brasil do que na China, Coreia do Sul, Irã, Alemanha, Itália, Espanha, França e EUA.

No entanto, especialistas alertam que esse é apenas um dos fatores a serem considerados na análise. Outras condições, como a subnotificação dos casos e o baixo número de testes realizados, também podem ter levado ao atual cenário. Os especialistas ainda ressaltam que o governo brasileiro determinou que alguns estados não reportem casos menos graves da doença.

Evolução da taxa de duplicação de casos confirmados de covid-19 nos paísesEvolução da taxa de duplicação de casos confirmados de covid-19 nos paísesFonte:  Núcleo de Operações e Inteligência em Saúde 

Como já sabemos, São Paulo é o epicentro da epidemia no Brasil e já contabiliza mais de 10 mil testes atrasados. Com esse exemplo em mente, podemos afirmar que essas projeções não são totalmente precisas.

A pesquisa analisou a evolução da epidemia no território brasileiro considerando três possíveis cenários: pessimista, mediano e otimista. Entre os dias 21 e 22 de março, a multiplicação de casos no Brasil ultrapassaram o cenário pessimista.

No entanto, nos dois dias seguintes, os números se enquadraram entre a predição pessimista e mediana, demonstrando uma tendência de desaceleração da epidemia. Durante o período entre os dias 24 e 30 de março, essa tendência foi confirmada, uma vez que os números permaneceram entre os parâmetros mediano e otimista.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Coronavírus já alcançou todos os continentes e praticamente todos os países. Até o dia 31 de março, foram confirmados 856.356 casos no mundo. O Brasil contabilizou 5.717 transmissões confirmadas, sendo a maior parte em São Paulo (2.339) e no Rio de Janeiro (708).

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Coronavírus evolui de forma mais controlada no Brasil, diz estudo