Médicos usam anéis “inteligentes” para mapear sinais de Covid-19

1 min de leitura
Imagem de: Médicos usam anéis “inteligentes” para mapear sinais de Covid-19
Fonte: Prefeitura do Rio
Avatar do autor

Agentes de saúde estão usando anéis capazes de medir a temperatura corporal dos pacientes durante o tratamento de Covid-19. O projeto foi desenvolvido pela professora de psiquiatria assistente Ashley Mason da Universidade da Califórnia em São Francisco (UCSF).

Inicialmente, os anéis Oura eram aplicados no tratamento de pacientes com depressão. Na época, a pesquisadora queria descobrir o impacto de temperaturas elevadas no quadro depressivo.

No entanto, quando a pandemia do coronavírus estourou, ela conclui que sua tecnologia também poderia ser utilizada no combate à Covid-19 e interrompeu o estudo em pacientes com depressão.

Em seguida, ela fez uma parceria com médicos de emergência no Centro Médico da Universidade da Califórnia e no Hospital Geral Zuckerberg de São Francisco. Atualmente, cerca de 2 mil anéis Oura estão sendo utilizados pelas equipes médicas.

(Fonte: Phonearena/Reprodução)(Fonte: Phonearena/Reprodução)Fonte:  Phonearena 

Essa estratégia possibilita que médicos identifiquem casos suspeitos, façam testes e determinem um diagnóstico com mais facilidade e rapidez. Fora os médicos de emergência, o projeto já contava anteriormente com mais de 1.500 usuários de anéis Oura.

Nesse sentido, os especialistas responsáveis pela ação nos hospitais pediram que tais usuários enviassem seus dados, permitindo que as equipes médicas mapeassem sinais de infecção em uma escala maior.

Um desses usuários era um empresário que, após notar que seu anel Oura marcava uma temperatura corporal acima do normal, decidiu se dirigir ao hospital. Após fazer os testes para Covid-19, ele recebeu um diagnóstico positivo e foi isolado.

“Sem um dispositivo que me avisasse, eu pensaria que estava apenas cansado”, declarou ele em um e-mail ao The Chronicle. Segundo a professora Mason, os casos de Covid-19 devem ter um novo pico durante o outono e, até lá, é importante que os hospitais estejam preparados para tratarem seus pacientes.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Médicos usam anéis “inteligentes” para mapear sinais de Covid-19