Coronavírus: norte-americanos utilizam vodka para higienizar as mãos

1 min de leitura
Imagem de: Coronavírus: norte-americanos utilizam vodka para higienizar as mãos
Avatar do autor

O Twitter, assim como outras redes sociais, tem sido utilizado para veicular informações falsas sobre o coronavírus. A mais nova onda de fake news surgiu nesta semana, e a fábrica de vodka norte-americana Tito's teve que esclarecer em seu perfil que sua bebida não é adequada para higienizar as mãos.

Tudo começou quando um usuário do Twitter postou que havia feito uma receita com a vodka da marca para se proteger contra o coronavírus. Não demorou muito para que diversos usuários testassem a mistura em casa e fizessem publicações aprovando a ideia — que fez sucesso, inclusive, devido ao baixo custo da bebida.

Leia tambémIgreja promete "imunização" contra coronavírus no RS

Em resposta, a Tito's esclareceu que desinfetantes para mãos precisam ter 60% de álcool em sua composição, segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos. A vodka, por sua vez, tem apenas 40% de álcool, então não se encaixa no parâmetro.

Resultado de imagem para VODKA tito
(Fonte: ClickOnDetroit/Reprodução)

A receita ficou tão famosa que pessoas começaram a postar tutoriais sobre como fazer o higienizador barato para mãos. Um blog chamado Good House Keeping ousou incrementar a receita, divulgando um passo a passo que inclui a bebida, gel de aloe vera e óleos essenciais, além de dizer que se trata de um produto "seguro e eficaz".

"Assim que vimos os artigos e as postagens nas redes sociais, esclarecemos as coisas", disse a empresa em um email para o Gizmodo. "Embora seja bom para os negócios que nossos consumidores usem grandes quantidades de Tito's para higienizar as mãos, seria uma pena desperdiçar uma boa bebida, especialmente se não funcionar".

De acordo com as recomendações do CDC, lavar as mãos com água e sabão é o método mais eficaz para evitar o coronavírus. Se isso não for possível, prefira um desinfetante adequado para as mãos, não uma bebida alcoólica.

Coronavírus: norte-americanos utilizam vodka para higienizar as mãos