Câmeras de segurança registram rastros de meteoro nos EUA

1 min de leitura
Imagem de: Câmeras de segurança registram rastros de meteoro nos EUA
Fonte: Ams Meteors/Reprodução
Avatar do autor

Na semana passada, câmeras de segurança de casas em vários estados americanos da Costa Leste registraram rastros de um meteoro. As rajadas de fogo foram vistas por volta das 23h, e quase 400 pessoas observaram o fenômeno, congestionando o sistema de inserção de relatos de meteoros do site da Sociedade Americana de Meteoros (AMS).

O lampejo parece ter tido origem na costa de Long Island, no estado de Nova York, e produziu rastros no céu enquanto seguia para Connecticut, tendo sido avistado por testemunhas oculares também em outros estados, como Massachusetts, Nova Jersey, dentre outros.

Os observadores descreveram o acontecimento como uma rajada intensa de tonalidade esverdeada no céu, com bordas brilhantes ao longo de sua cauda, e foi tão rápido que as únicas provas que evidenciam o fenômeno são os vídeos produzidos pelas câmeras das casas.

As características da bola de fogo visualizada são comuns em avistamentos de meteoros. Segundo a AMS, a maioria das rajadas dura apenas alguns segundos, não havendo tempo para fotografias, e meteoros com maiores durações são extremamente raros

MeteoroCâmeras registram rastro de meteoro nos Estados Unidos. (Fonte: BGR/Reprodução)

Os meteoros

De acordo com as informações do site da AMS, os meteoros correspondem à incineração de meteoroides, rochas espaciais, que adentram a atmosfera terrestre, criando um lampejo de luz. Normalmente, as rochas são inteiramente destruídas pelo fogo, mas, caso remanescentes do meteoroide consigam sobreviver à passagem pela atmosfera, eles podem chegar ao solo e são denominados meteoritos.

As chamadas “bolas de fogo” correspondem a um meteoro mais brilhante que o planeta Vênus e, em geral, tendem a ser geradas pela explosão de metereoides pequenos, não produzindo nenhum fragmento que atinja o solo da Terra.

O meteoro brilhante que atingiu o céu americano parece corresponder a esse tipo de explosão de rochas menores. Aparentemente, o objeto espacial foi completamente destruído, e não há relatos de danos ou de detritos que tenham atingindo o solo, sendo pouco provável que tenhamos notícias posteriores de remanescentes encontrados.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Câmeras de segurança registram rastros de meteoro nos EUA