Estudantes desenvolvem robô para missões em ambientes com baixa gravidade

1 min de leitura
Imagem de: Estudantes desenvolvem robô para missões em ambientes com baixa gravidade
Avatar do autor

Estudantes das universidades ETH Zurich e ZHAW Zurich, ambas na Suíça, estão trabalhando em um robô capaz de explorar a superfície de outros planetas. O SpaceBok foi projetado para conseguir se deslocar em ambientes irregulares e com gravidade diferente da Terra e pode se tornar uma ferramenta importante para futuras missões espaciais.

A máquina está sendo testada na Agência Espacial Europeia (ESA), em condições controladas. Ele foi desenvolvido para caminhar ou dar pequenos saltos, de modo similar ao feito pelos astronautas na Lua. A ideia é que o SpaceBok consiga se adaptar melhor às condições diferentes de outros corpos celestes como planetas, satélites e asteroides.

Para torná-lo mais eficaz, os estudantes optaram por um sistema de roda de reação, ajudando-o a controlar seus saltos. Este mecanismo é o mesmo que alguns satélites utilizam para se orientarem no espaço.

De acordo com um dos membros da equipe, esse sistema é eficiente por permitir que o robô utilize as próprias forças de ação e reação, fazendo com que ele absorva energia e a utilize no sentido contrário, criando o movimento de saltos. Um projeto parecido também foi utilizado nos rovers da NASA que foram enviados a Marte.

O próximo passo é realizar alguns testes mais rigorosos com o robô, para verificar como ele reage em condições extremas, próximas das que ele poderia enfrentar em uma missão real. Seus projetistas acreditam que ele pode ser uma ferramenta para explorar asteroides com gravidade extremamente baixa, como o Japão fez com a sonda Hayabusa2.

Cupons de desconto TecMundo:

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Estudantes desenvolvem robô para missões em ambientes com baixa gravidade