Cientistas da Universidade Columbia, de Nova York, descobriram um método fácil e rápido para dessalinizar água. Em artigo publicado na revista científica Environmental Science Technology Letters, o grupo de pesquisadores usou uma técnica chamada "extração por solvente e balanço de temperatura", que consistiu no uso de um solvente que depende apenas do calor da água, em torno de 70 °C, para realizar a ação.

O procedimento é muito diferente dos métodos tradicionais, que podem depender de várias fases de separação ou evaporação para atingir o resultado, como é o caso da osmose reversa e da dessalinização térmica. Segundo a publicação, a extração por solvente foi capaz de eliminar até 98,4% de sal de algumas amostras de água, porcentagem considerada de alta qualidade. Isso pode ser notado na imagem abaixo, em que o solvente tem cor azul; o sal, cor vermelha; e a água, o tom mais claro.

(Fonte: Reprodução/Universidade Columbia)

Durante o estudo, os especialistas também foram capazes de recuperar cerca de 50% da água de salmouras hipersalinas, caso em que os processos tradicionais nem sempre são efetivos. Como o próprio nome diz, as salmouras hipersalinas têm elevada concentração de sal e seu líquido residual pode ser até sete vezes mais salgado do que a água do mar.

Essas estruturas são resultantes de processos de dessalinização, industrialização ou obtenção de petróleo e gás. Devido à alta salinidade e propensão ao contato com produtos tóxicos, seu resíduo pode poluir águas subterrâneas e colocar em risco a vida marinha.

"[A extração por solvente] melhorará radicalmente a sustentabilidade no tratamento da água produzida", aponta Ngai Yin Yip, professor da Universidade Columbia e líder do grupo de pesquisa. "Podemos eliminar os problemas de poluição dessas salmouras e criar água mais limpa e utilizável para o nosso planeta", completa o cientista.

Combate à escassez de água doce

Esse tipo de projeto deve viabilizar a dessalinização em lugares com alta quantidade de água salgada e escassez de água doce. Diante de tantos problemas ambientais modernos, uma técnica mais acessível tende a ser muito interessante, desde que bem administrada.

A abordagem da pesquisa ainda pode resolver outros problemas decorrentes dos métodos de dessalinização atuais, como elevado gasto financeiro e energético. Ela também permite que suas etapas sejam realizadas de modo sustentável:  a energia pode ser obtida pelo calor residual industrial e de painéis solares, por exemplo. Até que tudo isso aconteça, o grupo de especialistas testará a técnica em campo e depois fará os ajustes necessários.