Pesquisadores da Universidade Shizuoka (Japão) vão testar um projeto de elevador espacial em setembro, de acordo com o jornal japonês The Mainichi. A ideia é tornar realidade uma conexão entre a Terra e a estação espacial por meio de cabos. Basicamente, a invenção seria capaz de conduzir cargas e pessoas para o espaço dentro de um carro espacial conectado aos cabos. 

O teste a ser conduzido pelos pesquisadores da Faculdade de Engenharia da Universidade é o primeiro do tipo a ser feito no espaço. Nele, um cabo de aço de 10 metros de comprimento será usado para conectar dois satélites cúbicos ultrapequenos, que serão lançados a partir da Estação Espacial Internacional. Um contêiner fará o papel do elevador, sendo movimentado usando o cabo que liga os dois satélites por meio de um motor. Os movimentos serão gravados a partir de câmeras encaixadas nos satélites. 

O ineditismo do experimento se dá porque nunca houve a tentativa de mover um recipiente através de um cabo no espaço. Se ele funcionar de forma satisfatória, significa mais um passo na direção do desenvolvimento de um elevador espacial. Uma das maiores vantagens seria a diminuição de custos e riscos de viagens espaciais, já que o preço de transportar cargas poderia ficar praticamente 100 vezes mais barato.

A expectativa dos pesquisadores é de que o elevador espacial alcance uma velocidade de 200 km/h, chegando à estação espacial 8 dias depois da saída da Terra. “Na teoria, um elevador espacial é altamente plausível. Viagens espaciais devem se tornar populares no futuro”, afirma o líder do estudo, Yoji Ishikawa.

Apesar do otimismo, os pesquisadores precisarão superar obstáculos para concretizar o elevador espacial. Primeiro, os cabos utilizados devem ser especialmente resistentes, já que têm de suportar raios cósmicos. Além disso, é necessário descobrir como transmitir eletricidade da Terra para o espaço, bem como desenvolver formas de evitar colisões com lixo espacial ou meteoritos.