Projeto brasileiro escolhido pela NASA será testado no espaço nesta semana

1 min de leitura
Imagem de: Projeto brasileiro escolhido pela NASA será testado no espaço nesta semana
Avatar do autor

NASA escolheu no ano passado um projeto científico criado por estudantes brasileiros do ensino fundamental para ser testado na Estação Espacial Internacional (ISS, no original em inglês). O “cimento espacial”, que usa plástico feito de cana-de-açúcar, pode ser utilizado em construções espaciais no futuro e entrará em órbita oficialmente nesta sexta-feira (29), em voo da SpaceX.

A ideia é descobrir como a microgravidade afeta o processo de endurecimento do cimento mesclado com plástico e água. O conceito foi criado por estudantes de 12 e 13 anos do Colégio Dante Alighieri, da Escola Municipal Perimetral e do Projeto Âncora, de Cotia, colégios da grande São Paulo. Eles participaram de um concurso do governo norte-americano e foram selecionados entre 10 mil inscritos.

A equipe estará presente nesta quinta-feira (28) durante a exibição do “cimento espacial, em solenidade no Smithsonian National Air and Space Museum, em Washington. Os alunos precisaram reunir R$ 20 mil para custear a viagem e estar ao lado de outros jovens canadenses e estadunidenses, entre representantes da NASA.

Qual é o experimento com esse “cimento espacial”?

A hipótese considerada pelos estudantes é de que o cimento com o plástico verde vai se comportar de forma semelhante ao que acontece na Terra. Para testar o projeto, foram preparados dois tubos iguais — um vai para a ISS, e o outro fica no laboratório terrestre.

Cada um será dividido em duas partes por presilhas: uma com água e outra com a mistura. Ao término da expedição de aproximadamente 30 dias, o material que foi para órbita retorna o solo e será comparado com o que ficou por aqui.

projeto brasileiro espaçoEquipe de estudantes que fazem parte do projeto

Se o conceito der certo, ele pode abrir inúmeras frentes para a produção avançada de objetos no espaço, a partir dessa matéria-prima proposta pelos brasileiros — e isso pode até mesmo ajudar em uma futura colonização de outros planetas, a exemplo de Marte.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Projeto brasileiro escolhido pela NASA será testado no espaço nesta semana