Bill Gates teve uma reunião com o Donald Trump no mês passado. E, somente agora, em uma entrevista ao Stat, o bilionário cofundador da Microsoft disse ter sugerido ao presidente estadunidense que era necessário ter um líder no setor de Ciência e Tecnologia na Casa Branca. Com isso, Trump logo perguntou se Gates poderia assumir essa função e ele teria dito que “essa não seria uma boa forma de gastar o seu tempo”.

Bill e Melinda Gates investem bastante em pesquisa e combate ao surto de doenças

A conversa no Salão Oval envolveu, entre outros assuntos, uma vacina universal para as diferentes formas de gripe. Só para lembrar, a Fundação Bill e Melinda Gates investe bastante na pesquisa e combate aos surtos de doenças que podem ser fatais para a humanidade. Ao tocar nesse assunto, Gates disse que Trump “deveria se associar com a inovação americana”.

Foi aí que surgiu o convite, digamos, de maneira informal. O que se destaca nessa história toda, contudo, é o fato dos próprios norte-americanos estarem preocupados com quem ocupa atualmente essa pasta no governo: Michael Kratsios, que não tem experiência com ciência ou tecnologia e é mais inclinado para o setor de Ciências Políticas.

Forte gripe estadunidense acendeu o alerta

A variação H3N2 do vírus Influenza, que desencadeou várias mortes nos Estados Unidos, vem preocupando todo mundo, o que levou muita gente a se perguntar: por que não há algum especialista em mudanças climáticas, tecnologia e doenças infecciosas à frente do comando de Ciência e Tecnologia, e sim “um rapaz de 31 anos que sabe só sobre Ciências Políticas”?

Junte isso a críticas de vários outros políticos e executivos, a exemplo de John Holdren, que era o conselheiro científico de Obama e comentou “estarmos, aparentemente, frente a um presidente que resiste aos fatos”. O bilionário cocriador da Microsoft não é assim um cientista dessa área e nem mesmo especialista no assunto, mas, como dá para notar pela repercussão dessa conversa, deixaria grande parte da opinião pública mais tranquila nesse momento delicado.

De qualquer forma, Gates disse não estar disponível e afirma nem mesmo ter certeza sobre a validade do convite. “Eu não coloquei à teste e nem sabia se estava falando sério ou não. Provavelmente, nem ele mesmo sabia se estava falando sério.”