Veja 12 objetos incluídos em um dos mais importantes catálogos astronômicos

3 min de leitura
Imagem de: Veja 12 objetos incluídos em um dos mais importantes catálogos astronômicos
Avatar do autor

Você já ouviu falar sobre o “Catálogo Messier”? Ele consiste em uma das coleções astronômicas mais importantes da Terra e foi iniciado há quase 250 anos pelo astrônomo francês Charles Messier. Na verdade, de acordo com Anthony Wood, do site New Atlas, o cientista estava interessado mesmo em estudar cometas, mas, durante suas observações, começou a listar todos os objetos celestes que atrapalhavam seu trabalho para, assim, poder concentrar seus esforços no que realmente interessava.

Charles MessierCharles Messier (NASA)

Novas adições

Foi assim que nasceu o Catalogue des Nébuleuses et des Amas d'Étoiles — Catálogo de Nebulosas e Aglomerados Estelares em tradução livre —, cuja primeira edição, publicada em 1771, contava com 45 objetos. De lá pata cá a lista cresceu e, agora, com a ajuda do Telescópio Espacial Hubble, outros 12 itens foram incluídos no catálogo, que, hoje, soma 110 objetos celestes no total, entre nébulas, galáxias e aglomerados de estrelas.

E qual é a dificuldade em se incluir a foto de uma dessas estruturas? Estamos falando de objetos incrivelmente imensos e que se encontram a distâncias absurdas, assim, para você ter uma ideia, segundo Raúl Álvarez, do site Xataka, só para criar a imagem da Galáxia de Andrômeda que você pode ver a seguir, o Hubble teve que realizar quase 7,4 mil capturas a partir de 411 pontos diferentes do cosmos — e só depois os cliques foram processados e montados feito um mosaico. Sem falar que Andrômeda está a mais de 2 milhões de anos-luz de distância!

Galáxia de AndrômedaAndrômeda

Bem, essa imagem aí que você acabou de ver acima mostra uma parte da Galáxia de Andrômeda, conforme mencionamos anteriormente, e não captura nem a metade da galáxia! Veja abaixo qual é a região retratada na foto e, em seguida, quais foram as demais imagens incluídas no Catálogo Messier:

Galáxia de AndrômedaEsse é o "pedacinho" que você viu na imagem anterior (NASA)

1 – M58, situada a 62 milhões de anos-luz da Terra, na Constelação de Virgem

Galáxia distanteNASA/ESA/STScI e D. Maoz - Universidade de Tel Aviv/Observatório Wise

2 – M59, localizada a 60 milhões de anos-luz de nós, fica no aglomerado de Galáxias de Virgem

Galáxia distanteNASA/ESA/STScI e W. Jaffe (Sterrewacht Leiden) e P. Côté (Observatório Astrofísico Dominion)

3 – M62, situado a cerca de 22,2 mil anos-luz do nosso planeta, é um aglomerado com um núcleo extremamente denso de 150 mil estrelas

Aglomerado de estrelasNASA/ESA/ STScI e S. Anderson (Universidade de Washington) e J. Chaname (Pontifícia Universidade Católica do Chile)

4 – M75, localizado a 67,5 mil anos-luz de distância da Terra, é outro aglomerado, com cerca de 400 mil estrelas

Aglomerado estelarNASA/ESA/STScI e G. Piotto (Università degli Studi di Padova) e E. Noyola (Instituto Max Planck für extraterrestrische Physik)

5 – M86, situada a 52 milhões anos-luz de distância, na Constelação de Virgem, é uma galáxia composta por aproximadamente 3,8 mil aglomerados

Galáxia elípticaNASA/ESA/STScI e S. Faber (Universidade da Califórnia, Santa Cruz) e P. Côté (Observatório Astrofísico Dominion)

6 – M88, localizada a 47 milhões de anos-luz do nosso planeta, faz parte do aglomerado de Galáxias de Virgem

Galáxia distanteNASA/ESA/STScI e M. Stiavelli (STScI)

7 – M89, situada a 50 milhões de anos-luz da Terra, é uma galáxia elíptica quase circular

Galáxia distanteNASA/ESA/STScI e M. Franx (Universiteit Leiden) r S. Faber (Universidade da Califórnia, Santa Cruz)

8 – M90, localizada a 59 milhões de anos-luz de nós, é uma galáxia em espiral composta por aproximadamente um bilhão de estrelas

Galáxia distanteNASA/ESA/STScI e V. Rubin (Instituição Carnegie de Washington), D. Maoz (Universidadr de Tel Aviv/Observatório Wise) e D. Fisher (Universidade de Maryland)

9 – M95, situada a 33 milhões de anos-luz de distância, se encontra na Constelação de Leão

Galáxia distanteNASA/ESA/STScI e D. Calzetti (Universidade de Massachusetts, Amherst) e R. Chandar (Universidade de Toledo)

10 – M98, localizada a 44 milhões de anos-luz da Terra, fica nas imediações da Constelação de Coma Berenices

Galáxia distanteNASA/ESA/STScI e V. Rubin (Instituição Carnegie de Washington)

11 – M108, também conhecida como “Galáxia Prancha de Surfe”, fica a 46 milhões de anos-luz de distância de nós

Galáxia prancha de surfeNASA/ESA/STScI e G. Illingworth (Universidade de Califórnia, Santa Cruz)

12 – M110, localizada a 2,7 milhões de anos-luz da Terra, é uma galáxia que se encontra orbitando a Galáxia de Andrômeda

Galáxia elípticaNASA/ESA/STScI e D. Geisler (Universidad de Concepción)

Caso você tenha curiosidade de conhecer melhor o Catálogo Messier e conferir mais objetos celestes listados nele, não deixe de acessar este link.

***

Você já se inscreveu para receber a newsletter do Mega Curioso? Não? Então, clique aqui e se inscreva para receber nossas doses semanais de curiosidades no seu email!

Veja 12 objetos incluídos em um dos mais importantes catálogos astronômicos via Mega Curioso

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja 12 objetos incluídos em um dos mais importantes catálogos astronômicos