O Falcon 9, um foguete de duas fases construído pela SpaceX de Elon Musk pode ser considerado catalisador de uma nova era das viagens espaciais. Seguro, confiável e, acima de tudo, reaproveitável, vem se transformando no transporte ideal para levar satélites e outras cargas comerciais para a órbita terrestre. Oito anos depois de sua estreia, o veículo faz seu 50º voo, entre as 22h33 desta segunda-feira (05) e as 0h33 desta terça (06), no horário de Brasília.

Capacidade do Falcon 9 deve aumentar depois do término da construção do novo local de lançamentos da SpaceX, em Boca Chica Village, no sul do Texas

O lançamento acontece no Cabo Canaveral e o Falcon 9 vai levar o Hispasat, uma sonda de comunicação espanhola de aproximadamente seis toneladas. Desde sua estreia, em junho de 2010, o Falcon 9 completou o deslocamento de um total de 18 carregamentos para a NASA, organizações militares dos Estados Unidos e outros clientes.

E a capacidade do Falcon 9 deve aumentar assim que a companhia espacial se mudar para suas próprias instalações, desenhadas especialmente para os aparatos de Musk. A estrutura fica em Boca Chica Village, em Brownsville, no Texas. A expectativa é de que o local, em desenvolvimento desde 2011, esteja disponível até o final de 2018 e possa atender pelo menos 12 projeções por ano.

spacex falcon 9

Antes disso, tudo está sendo testado para que não hajam problemas na inauguração. “Estamos atualmente mirando para que o local no sul do Texas esteja operacional até o final de 2018, mas estamos revisando todo o progresso e assim que estivermos prontos vamos colocar as coisas em funcionamento”, adiantou James Gleeson, gerente sênior de Comunicações da SpaceX.

Para assistir ao vivo, clique aqui.

Cupons de desconto TecMundo: