IBM anunciou que será a responsável pela inteligência artificial de um robô construído pela Airbus para trabalhar na Estação Espacial Internacional. A empresa está usando a plataforma Watson no projeto da máquina, que tem um visual semelhante ao da bola de vôlei Wilson, do filme Náufrago.

A criação será levada ao local pelo astronauta alemão Alexander Gerst para uma missão de seis meses que terá início em junho. Batizado de Cimon, o nome do robô é um acrônimo para Companheiro Móvel e Interativo da Tripulação (Crew Interactive Mobile Companion, em inglês).

Um robô.O Cimon tem o formato de uma bola e conta com um rosto para interagir com os outros tripulantes.

Entre outras funções, ele vai ajudar a equipe em experimentos médicos e estudos de cristais. Mas a IBM quer ir além disso e afirma que o Cimon foi criado para ser um amigo dos astronautas enquanto eles estão no espaço. A empresa diz que será possível manter um diálogo com a máquina e até mesmo estabelecer um relacionamento profissional com ela.

O Cimon usa ainda um serviço de reconhecimento visual desenvolvido pela IBM para aprender a se movimentar dentro da Estação Espacial. A companhia está apostando com força na ideia de que máquinas equipadas com inteligência emocional podem fazer contribuições importantes em missões desse tipo.