A SpaceX conseguiu fazer o primeiro lançamento-teste do seu Falcon Heavy com sucesso no início da noite de hoje (06). O veículo espacial decolou de uma base de lançamento da NASA no estado norte-americano da Flórida e era composto por dois propulsores laterais e um central mais poderoso. Os laterais voltaram em segurança para a Terra e pousaram simultaneamente. Horas depois, a SpaceX confirmou que o propulsor central só pôde reacender um de três motores e caiu no mar.

Poucos minutos após o lançamento, o Falcon Heavy ultrapassou a barreira dos 10.000 km/h com seus 27 motores a combustão. Ele é considerado hoje o foguete mais poderoso em operação, sendo que apenas algumas missões da NASA para planetas distantes do Sistema Solar o superaram.

Como era um lançamento de teste, o foguete não levava nenhum satélite ou carga científica. Em vez disso, o último estágio do Falcon Heavy levava um Tesla Roadster que pertencia a Elon Musk. No banco do motorista, foi posicionado um manequim vestido com o traje espacial oficial da SpaceX desenvolvido para sua futura tripulação. O carro e seu “Starman” entrarão na mesma órbita de Marte, circulando o Sol indefinidamente. A trilha sonora do carro é Space Oddity, de David Bowie, que está tocando em loop infinito no veículo.

O evento de lançamento foi transmitido ao vivo pelo YouTube e foi assistido por mais de mais de 400 mil de pessoas simultaneamente. A base da SpaceX na Flórida recebeu toda a equipe da empresa para assistir ao lançamento, e milhares de espectadores e jornalistas do mundo todo viram a decolagem ao vivo há alguns quilômetros da plataforma de lançamento da NASA.

Adora a ideia de um carro navegando indefinidamente sem parar pelo espaço e talvez sendo descoberto por uma raça alienígena daqui a milhões de anos

Antes do lançamento, Musk disse em entrevista que “adora a ideia de um carro navegando indefinidamente sem parar pelo espaço e talvez sendo descoberto por uma raça alienígena daqui a milhões de anos”. O Tesla Roadster de Musk é o primeiro automóvel a ser lançado no espaço para além da Lua.

O Falcon Heavy é capaz de levar cargas de até 70 toneladas ao espaço, e o voo de teste de hoje foi uma forma de a empresa de Elon Musk provar que é capaz de não apenas lançar grandes cargas como também de reutilizar seus foguetes. Com esse sistema que permite recuperar os propulsores, a SpaceX espera cobrar US$ 90 milhões por lançamento no Falcon Heavy. Clientes civis e militares já estão na fila para utilizar o foguete da empresa nos próximos meses.

Ao vivo agora

Nesse momento, o carro de Musk e o seu passageiro conhecido como “Starman” estão a caminho da órbita de Marte e devem levar cerca de seis meses para chegar lá. A SpaceX está transmitindo imagens do veículo especial ao vivo através deste link.

ATUALIZADO: propulsor central do Falcon Heavy não conseguiu pousar devidamente em uma balsa no mar. Ele só reacendeu um de seus três motores para o retorno e caiu na água.