Elon Musk anunciou hoje que os planos da SpaceX de enviar suas cápsulas Dragon para Marte até 2020 foi engavetado – mas, calma: ir até o Planeta Vermelho não deixou de ser um objetivo da empresa. Na verdade, ela quer fazer isso com uma nave maior.

O projeto previa que o pouso das cápsulas seria feito com um sistema de propulsão próprio para isso, mas os planos mudaram e a companhia vai rever o projeto para enviar outro veículo para Marte.

“Houve um tempo em que pensei que a abordagem Dragon para pousar em Marte era a mais correta”, explicou Musk durante uma conferência da divisão de pesquisa e desenvolvimento da Estação Especial Internacional. “Mas agora estou confiante que não é a forma mais correta. Existe uma abordagem bem melhor. É isso que a próxima geração de foguetes e naves da SpaceX vão fazer”.

Enquanto isso, as cápsulas Dragon continuam sendo utilizadas para outras operações de transporte de cargas e pessoas até a ISS e vão utilizar paraquedas para ajudar em seu retorno á terra.

O pouso por propulsão não foi completamente descartado, no entanto: a ideia é que ele seja implementado no futuro, no projeto da Dragon 2, mas é algo que vai ser muito maior do que a ideia original porque compreende aspectos como a superfície de pouso da cápsula.

Em relação à ida até Marte, Musk afirmou em seu Twitter que a única coisa que muda nos planos é que um veículo maior seja utilizado. O projeto de colonização de marte, segundo o executivo, receberá uma atualização em setembro.

Cupons de desconto TecMundo: