Dois estudos conduzidos de forma independente por times que utilizam células-tronco apresentam resultados bastante importantes para o desenvolvimento da ciência. Publicados nesta semana pela revista Nature, os documentos que descrevem os experimentos mostram a possibilidade de se usar a tecnologia para recuperar a visão de coelhos e de humanos.

Um dos times possui profissionais da Universidade Cardiff, no Reino Unido, e da Universidade de Osaka, no Japão. Eles usaram um tipo particular de célula criada em laboratório para induzir a cura de cegueira em coelhos.

O segundo time é formado por cientistas da Universidade da Califórnia, da Escola de Medicina de San Diego e do Instituto dos Olhos Shiley, contando com a contribuição de profissionais chineses. A equipe gerou células de lentes humanas que foram usadas para restaurar a visão de crianças que sofriam com catarata congênita.

Os dois grupos utilizaram como base para seu estudo as chamadas “células-tronco pluripotentes (ou embrionárias)” retiradas de humanos, as quais sofreram engenharia reversa para voltar ao estado em que podem ser transformadas em qualquer célula. Os resultados são importantes porque os olhos possuem estruturas celulares complexas e altamente especializadas, abrindo diversas possibilidades de pesquisas futuras.

Você é a favor de pesquisas com células-tronco? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: