Se você tem um televisor da marca e curte a forma como o sistema da LG para seus eletrônicos inteligentes trabalha, prepare-se para levar o conforto e a praticidade da plataforma para outros cômodos da sua casa muito em breve. Isso porque durante seu painel na CES 2017 nesta quarta-feira (4), a fabricante sul-coreana revelou uma série de eletrodoméstico da linha Signature. O destaque? Uma geladeira cheia de recursos que vai muito além dos tradicionais itens smart.

Rodando o aclamado sistema operacional da casa, o webOS, o LG Smart Instaview Refrigerator traz um espaço considerável para guardar todos os seus mantimentos e conservá-los geladinhos, além de um display de 29 polegadas Full HD (1920x1080 pixels) em sua porta direita. Claro que a tela é totalmente sensível ao toque e oferece uma infinidade de aplicativos e funcionalidades para facilitar a interação com o equipamento, entre postagens de bilhetinhos virtuais e criação de listas de compras.

Graças a uma integração do brinquedinho com a Alexa, a assistente pessoal da Amazon, é possível ativar os recursos digitais da geladeira tanto dando dois toques na tela – como nos smartphones da LG – quanto dando comandos via voz. Depois que o dispositivo estiver desbloqueado, é possível conferir diretamente o que há por trás do display – sem que seja preciso abrir a porta – e ver se é preciso reabastecer o gadget de comida. Como a "magia" funciona? Com uma câmera panôramica de 2 megapixels que, aliada a uma lente grande angular, captura todos os cantos do produto.

O LG Smart Instaview Refrigerator deve utilizar um mecanismo de deep learning para aprender os hábitos dos seus usuários

Por conta de toda essa integração tecnológica – e que conversa diretamente com o seu smartphone –, também é possível ser notificado a respeito de alimentos que estiverem perto de sua data de vencimento, dando uma mãozinha aos consumidores na hora de evitar desperdícios. Adicionalmente, a companhia revelou que o LG Smart Instaview Refrigerator deve utilizar um mecanismo de deep learning para aprender os hábitos dos seus usuários, adequando sua refrigeração e gasto energético conforme esses padrões.

Elegante, hein?

Ainda não se sabe quando o eletrodoméstico vai ser disponibilizado e quanto ele vai custar para os consumidores, mas é possível especular que a brincadeira não deve sair por menos de alguns milhares de dólares nos EUA – e, possivelmente, por volta de uns R$ 10 mil aqui no Brasil. E aí, você desembolsaria uma grana dessa para renovar a sua cozinha com uma boa dose de tecnologia? Deixe o seu comentário sobre o tema mais abaixo e continue acompanhando o TecMundo para saber de todas as novidades da CES 2017.

Cupons de desconto TecMundo: