Com um pouco mais de 20 minutos de atraso, Jen-Hsun Huang foi o primeiro executivo a realizar uma apresentação na CES 2013. Mas a espera valeu a pena, pois o CEO da NVIDIA revelou grandes novidades da sua empresa ao longo das aproximadamente duas horas em que esteve no palco.

No início, o taiwanês começou falando sobre o crescimento e a disseminação cada vez mais concisa da computação em nuvem, também conhecida como cloud computing. Para ele, esse conceito de acessar conteúdos de diferentes lugares já não é mais uma tendência — e sim um fato —, citando alguns casos de sucesso, como o iTunes da Apple.

Servidores da pesada!

Essa introdução serviu como uma brecha para que o presidente da NVIDIA jogasse  ao público a ideia de que, além de músicas, filmes e podcasts, os jogos também seriam conteúdos de muito interesse para quem usufrui da computação em nuvem.

Após realizar algumas menções para o fato já conhecido de que os PCs possuem maior poder de processamento gráfico do que os consoles, Huang revelou a primeira novidade da noite: o NVIDIA Grid.

(Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

O equipamento consiste em uma arquitetura de streaming de games, ou seja, ele viabiliza que você jogue seus títulos de diferentes computadores – evitando aquela velha complicação de que a sua máquina não possui a configuração necessária para rodar os games mais pesados da atualidade.

Outro ponto positivo disso é que os jogadores podem continuar a jogatina do ponto em que pararam sem ter que ficar carregando arquivos de save em pendrives, por exemplo. Embora a ideia não seja algo realmente novo, essa solução da NVIDIA espanta pela capacidade de processamento, graças a um rack com 20 Grid – o que corresponde a 200 teraflops (ou 700 Xbox 360).

Como demonstração, Jen-Hsun Huang executou o game Trine 2 através da nuvem, com o suporte do Grid, e o resultado agradou a quem estava no evento.

Tegra 4 veio para arrebentar

Em seguida, dessa vez sem tantas delongas, o CEO da empresa anunciou o tão esperado Tegra 4. A quarta geração do processador para equipamentos portáteis chegou para tentar desbancar a concorrência com 72 núcleos de processamento gráfico e 4 núcleos da CPU A15, além de um modem 4G LTE embutido.

Com o seu novo componente, a NVIDIA espera provar que é possível ir além do que consiste o atual potencial de processamento dos gadgets. No quesito velocidade, o Tegra 4 parece ser um páreo duro para a concorrência. Em um teste, um tablet com o novo processador bateu com facilidade o poderoso Nexus 10.

(Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Enquanto o produto da Google levou 50 segundos para abrir 25 páginas únicas da internet e com tráfego pesado de dados, o equipamento dotado do Tegra 4 fez o mesmo processo em apenas 27 segundos. Além disso, esse mesmo aparelho superou o Kindle Fire HD, o Droid DNA e o iPad 4.

Mais do que apenas melhorias em velocidade de processamento de dados, todo esse poder do Tegra 4 também pode trazer benefícios para outros componentes dos eletrônicos, como a câmera. Usando um protótipo de tablet, Huang mostrou que a CPU é capaz de interferir na qualidade de captura de imagem, promovendo movimentos mais rápidos do obturador – o que diminui a exposição à luz e promove imagens mais fiéis.

O CEO da NVIDIA revelou que as arquiteturas adotadas atualmente operam com uma velocidade que gira em torno de 2 segundos por frame. Com o “one shot HDR“ oferecido pelo Tegra 4, essa taxa chega a 0,2 segundo por frame (valor 10 vezes menor). O orador exibiu algumas comparações, e a nitidez promovida por esse mecanismo foi aparente.

Meio tempo mais morno

Lá pelos meados da apresentação, os assuntos abordados ficaram um pouco mais mornos. Jen-Hsun Huang comentou brevemente sobre o bom retorno e relativo sucesso do Tegra Zone, o serviço da empresa pelo qual você pode descobrir e saber mais sobre os melhores jogos para Android otimizados para seu smartphone com processadores da NVIDIA.

Além disso, ele comentou, também de maneira mais sucinta, o avanço do modem de comunicação de dados i500 – o qual é capaz de realizar até 1,2 trilhões de operações por segundo. O fato de ser 40% menor do que os componentes convencionais também foi destacado pelo taiwanês.

A surpresa da noite

Enfim, surgiu a grande surpresa da noite: o Projeto Shield. O protótipo é um console portátil que visualmente é uma mistura dos controles do Xbox 360 com o do Wii U. Todavia, em seu cerne, ele executa o Android – embora a princípio ele esteja sendo desenvolvido para plataformas abertas e não tenha restrições de ser adotado por outras.

Não foram revelados valores ou sequer previsões de lançamento, afinal ele ainda é um protótipo. Mesmo assim, o Shield impressionou por sua robustez e parece que vai dar trabalho para o Nintendo 3DS e PlayStation Vita.

(Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Além de contar com o Tegra 4, esse dispositivo tem baterias com duração prolongada (promovendo jogatinas ainda mais longas), um sistema de áudio desenhado especificamente para ele com o chamado Custom Bass Reflex, botões e gatilho aprimorados para proporcionar maior precisão e sensibilidade e tela multitouch de 5 polegadas com resolução de 720p.

Outros atrativos do Shield ficam por conta da carcaça traseira personalizável, a possibilidade de permitir partidas online entre dois jogadores de forma muito fluida e a integração com computadores, possibilitando que o usuário acesse arquivos e jogos – inclusive aqueles adquiridos pelo Steam.

No momento da demonstração desse recurso, Jen-Hsun Huang passou apuros, pois a funcionalidade não queria operar corretamente. Quando ele estava quase desistindo, o seu colaborador e assistente no palco conseguiu fazer com que o Shield realizasse a conexão desejada. Ao fim, o CEO da NVIDIA disse que o futuros dos jogos é “wide open”, ou seja, você joga contra outro jogadores, e os demais amigos podem assisti-los.

.....

O quê você achou das novidades apresentadas pela NVIDIA? Você divide as opiniões de Jen-Hsun Huang? Participe deixando o seu comentário e continue acompanhando as notícias e artigos do Tecmundo que trarão mais detalhes do que foi revelado neste evento.

Cupons de desconto TecMundo: