O grupo Alibaba, gigante chinesa do e-commerce, está investindo US$ 590 milhões na Meizu, fabricante local de celulares. Com isso, as companhias pretendem integrar melhor os telefones da companhia com o sistema operacional criado pelo Alibaba.

Além disso, a Meizu terá acesso aos canais de venda do site de vendas número 1 na China, além de ter recursos e suporte nos campos do e-commerce, internet móvel e análise de dados. Ambas as empresas definem o investimento como "estratégico".

Apesar de estar crescendo, com vendas de 2 milhões de unidades no último trimestre de 2014, a Meizu detém apenas 2% do mercado chinês. As cinco maiores companhias no setor são a Xiaomi, Huawei, Lenovo, Apple e Samsung, que, juntas, possuem 60% da fatia. Para sites como a Reuters, a parceria é uma maneira de disseminar o sistema operacional móvel do Alibaba, o Aliyun.

A Meizu lançou em dezembro do ano passado um celular com ótimas especificações, o MX4 Pro, que tem um processador Samsung Exynos de oito núcleos, uma tela de 1536x2560 pixels, 3 GB de RAM e câmera traseira de 20,7 MP e frontal de 5 MP.

Cupons de desconto TecMundo: