Desde 2012, ouvimos notícias sobre um smartphone que está em produção pela Boeing (sim, a mesma das aeronaves) e que teria como diferencial ser extremamente seguro. Por incrível que pareça, isso não é uma lenda — e outra empresa se uniu à fabricante para finalmente tirar esse projeto do papel.

De acordo com a Reuters, a BlackBerry vai ajudar na fabricação do aparelho, que tem o nome de Boeing Black. Além de possível consultoria (a fabricante não está autorizada a revelar mais detalhes), ela vai fornecer ao aparelho o BlackBerry Enterprise Service 12, uma ferramenta que permite às agências de segurança e usuários individuais acesso e gerenciamento aos dispositivos conectados a partir de uma rede interna. O serviço opera até com aparelhos de outros sistemas operacionais móveis — o próprio smartphone em questão deve rodar alguma modificação do Android.

Fora criptografar os dados, o Boeing Black deve apresentar ainda um mecanismo de autodestruição em caso de roubo ou hack. O público-alvo, claro, são agências governamentais de segurança e companhias que precisam manter dados seguros.

Com suporte a dois chips SIM e conexão com sistemas biométricos e satélites, o Boeing Black ainda está em fase de produção e só começou a ser oferecido para clientes em potencial.

Cupons de desconto TecMundo: