(Fonte da imagem: Thinkstock)

Consertar um smartphone com problemas internos ou tela quebrada é um desafio não só para o bolso do consumidor, mas também para a paciência. De acordo com um levantamento feito pelo Clube Pitzi, uma empresa de proteção contra acidentes envolvendo smartphones, nenhuma das principais redes de conserto autorizadas em São Paulo realiza todos os reparos de smartphones em até cinco dias úteis.

Segundo a pesquisa, que levou em conta cinco marcas (Apple, LG, Samsung, Motorola e Nokia), em 77,5% dos casos os aparelhos tiveram seus reparos feitos em mais de cinco dias úteis, prazo máximo estabelecido pelo Clube Pitzi.

A assistência técnica autorizada da Apple é a que mais demanda paciência: somente 12,9% dos consertos são realizados dentro do prazo de uma semana. Já a Samsung aparece como a marca de reparos mais ágeis – mas o número ainda é pequeno, com 40,5% dos processos feitos nesse período.

“A pesquisa mostra a demora das assistências autorizadas, mas sabemos que isso vale também para as que não são autorizadas. Isso reflete problemas como falta de peças para reposição e falhas de logística das fabricantes”, explica Daniel Hatkoff, que criou o Clube Pitzi justamente ao se deparar com a situação.

Cupons de desconto TecMundo: