Uma recente pesquisa feita pelo Baidu avaliando os padrões de consumo dos aplicativos mais populares do mundo para sistema Android descobriu que, mundialmente, os smartphones ficam ligados por 21,7 horas seguidas e a maioria dos usuários executa o carregamento pelo menos uma vez ao dia.

Entre os países que mais gastam energia do celular está o Brasil, com uma média de 17,9 horas seguidas de aparelho ligado, junto com Estados Unidos e Indonésia. Os números da Alemanha são os mais altos: 32,1 horas sem desligar o smartphone. Essa classificação foi feita com base na intensidade de consumo sobre a vida da bateria do celular.

Aplicativos: os maiores vilões

Normalmente, os jogos consomem mais energia do que a média quando rodam tanto em primeiro quanto em segundo plano

Quanto aos aplicativos, eles representam a principal razão para o esgotamento da bateria dos celulares quando estão em primeiro plano e mesmo quando estão fechados, pois podem funcionar em segundo plano. Cada categoria de app possui padrões de consumo diferentes, mas dentro de uma mesma categoria de aplicativos o consumo pode variar, devido à variedade de códigos para cada um.

Normalmente, os jogos consomem mais energia do que a média quando rodam tanto em primeiro quanto em segundo plano. Já os utilitários, como Twitter, Viber, Spotify, Instagram e WhatsApp desperdiçam menos energia em comparação com a média em ambos os casos. Netflix e Facebook gastam em média mais quando estão em primeiro plano e menos em segundo plano. O Uber foi o único app avaliado que consome mais em segundo plano, embora o gasto em primeiro plano seja inferior à média.

Cupons de desconto TecMundo: