O mercado global de smartphones deixou de crescer pela primeira vez na história segundo o IDC (International Data Corporation). O relatório trimestral da empresa sobre as vendas de aparelhos em todo o mundo mostrou que, nos três primeiros meses de 2016, 334,9 milhões de dispositivos foram distribuídos, quase o mesmo número registrado no ano passado, quando 334,4 smartphones chegaram às lojas entre janeiro e março.

O IDC classifica esse pequeno crescimento como “evolução plana”, o que já vinha sendo previsto por analistas de mercado há um bom tempo. Isso aconteceu especialmente pelo fato de o mercado global de smartphone já estar saturado em praticamente todas as regiões. Países da América do Norte e da Europa já vêm experimentando baixo crescimento há um bom tempo, e muitos dos países latino-americanos entraram em crise por conta da recessão no Brasil e da desaceleração na China.

O mercado global de smartphones já está saturado em praticamente todas as regiões

A China, entretanto, pode ter sido o mercado que mais influenciou os números globais no primeiro trimestre de 2016. Em 2013, o crescimento registrado nesse período foi de 62,5% naquele país e, em 2015, essa taxa já tinha caído para apenas 2,5%. Ao passo que isso aconteceu, o preço médio do smartphone por lá subiu de US$ 207 para US$ 257.

Marcas em ascensão

A Samsung continua a líder absoluta do mercado global de smartphones, tendo vendido 81,9 milhões de dispositivos nesses primeiros três meses de 2016. Isso, entretanto, representa uma pequena retração de 0,6%, já que foram vendidos 82,4 milhões de dispositivos no mesmo período de 2015.

A Apple segue em um relativamente distante segundo lugar, com 51,2 milhões de iPhones vendidos no período. Contudo, a marca norte-americana sofreu uma queda bem brusca de 16,3%, sendo que tinha vendido 61,2 milhões de janeiro a março de 2015.

Boa notícia mesmo apenas para Huawei, Oppo e Vivo. Essas três marcas chinesas foram as únicas do top 5 a registrar crescimento no trimestre (confira no gráfico). A Huawei vem em terceiro lugar, tendo vendido cerca de metade do que a Apple colocou no mercado, e a Oppo melhorou sua marca em impressionantes 153%. Em época de retração do mercado internacional, isso é um grande feito.

Vale destacar, entretanto, que, dessas três marcas ascendentes, apenas a Huawei tem uma presença internacional mais vasta, apesar de não estar no Brasil. O IDC avalia o sucesso da marca como resultado da evolução na qualidade de seus smartphones, que já são vistos como bastante premium na China, na Europa e em vários outros mercados.

O crescimento de Oppo e Vivo nesse trimestre forçou Lenovo e Xiaomi, que estavam anteriormente em quarto e quinto lugares, respectivamente, para fora do top 5 do IDC neste ano.

Você já usou algum smartphone das chinesas Huawei, Oppo ou Vivo? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: