Em um futuro não tão distante, os carros elétricos podem se tornar a principal forma de locomoção no mundo. Por conta disso, diversos países já investem em uma boa infraestrutura para acomodá-los na utilização diária. É o caso da Coreia do Sul, que desde 2013 já faz testes para utilizar ônibus movidos a energia elétrica sem fio nas ruas.

Desta vez, é a Inglaterra que faz planos para desenvolver uma estrada otimizada para esses veículos. O governo inglês quer criar vias equipadas com uma tecnologia capaz de carregar os automóveis enquanto eles circulam no asfalto, sem precisar parar para recarregar ou trocar para o motor a gasolina durante as viagens.

O plano é começar os testes em lugares fechados – ou seja, longe das ruas públicas – em 2016 ou 2017. Apesar de ser uma ótima ideia, alguns parlamentares estão com o pé atrás com o projeto. O ponto negativo mais impactante é o custo alto, que, na pior das hipóteses, pode inviabilizar a construção.

Como funciona?

Por mais que pareça um ato de bruxaria, o conceito por trás da estrada é relativamente simples. A ideia é utilizar cabos elétricos embaixo do asfalto, responsáveis por criarem campos magnéticos. Essas ondas seriam captadas pelos veículos e transformadas de volta em corrente elétrica.

Você acha que carros elétricos são o futuro dos automóveis? Comente no Fórum do TecMundo

Os testes devem durar 18 meses e só depois desse período será determinado se o projeto terá continuidade ou não. Mesmo se a proposta falhar, outras concessionárias – como a Highways England – já se comprometeram a instalar carregadores a cada 32 km nas principais rodovias do país. Será que essa ideia pega por aqui?