Gostar de tecnologia não é só curtir games ou gadgets. Além do Mobile World Congress e da Game Developers Conference, março é lar de um terceiro grande evento para quem curte novidades futuristas: o Geneva Motor Show (ou Salão do Automóvel de Genebra, como a feira é conhecida por aqui) é um dos maiores do mundo no setor de carros, apresentando produtos que podem ganhar as estradas em breve ou servir apenas como modelos de luxo e ostentação.

A edição de 2015 é a 85ª da feira, e, apesar de ela acontecer de 5 a 15 de março, nos primeiros dias já é possível conhecer as grandes estrelas da convenção.

Abaixo, selecionamos as surpresas e os destaques do evento até agora. Vários dos modelos estão completamente fora da realidade do consumidor brasileiro e outros vão ficar somente em circuitos ou em forma de conceito — e, ainda assim, só as fotos a seguir já arrancam alguns suspiros.

Quant F e Quantino: futuro dos combustíveis?

A fabricante nanoFlowCell já estava em evidência quando apresentou um carro que usa bateria de fluxo — um sistema de dois tanques com líquidos ionizados de cargas diferentes que, quando combinados, realizam ações eletroquímicas capazes de produzir corrente. Para a feira de 2015, era preciso ampliar essa expectativa.

Foram dois modelos apresentados. O primeiro é o Quant F, sucessor do protótipo Quant E, que deve ficar somente nos laboratórios. Ele é capaz de atingir até 300 km/h e rodar por 800 km sem precisar de recarga. O painel frontal de navegação tem 1,25 m, é totalmente digital e reproduz altas quantidades de conteúdo.

O segundo é o Quantino, uma espécie de modelo de baixo custo (porém nada barato) do Quant F. Apesar de menos poderoso, ele possui um tanque que dura 1 mil km.

Ferrari 488 GTB: roubando os holofotes

A Ferrari possui uma identidade visual conhecida e, para continuar surpreendendo, precisa sempre adicionar mais detalhes aos novos modelos. É assim com o 488 GTB: design, motor e outras áreas receberam atualizações para chamarem ainda mais atenção à montadora italiana.

O carro tem curvas bem acentuadas, porém na medida certa para não parecerem caricatas. O motor V8 de 3,9 litros tem dois propulsores de turbo e leva o esportivo a 330 km/h, alcançando ainda 670 cavalos de potência. O carro pega emprestado melhorias visuais e tecnológicas da Fórmula 1 e também faz estreias: o Side Slip Angle Control garante melhor aceleração em saída de curvas e, combinado com o novo sistema de estabilização, traz um desempenho poderoso.

Aston Martin: James Bond curtiu

A marca que foi imortalizada como "o carro do 007" parece cada vez mais próxima de um veículo de luxo para espiões. A montadora apresentou dois modelos de destaque no Salão do Automóvel de Genebra.

Na cor verde, o primeiro é simplesmente o mais poderoso Aston Martin já fabricado: o Vulcan. Ele é construído inteiro de fibra de carbono, resultando em um veículo leve e aerodinâmico. O motor V12, o controle de tração variável e os freios ajustáveis são só alguns dos detalhes do carro, ideal somente para pistas. São apenas 24 unidades produzidas e cada uma custará o equivalente a R$ 6,8 milhões.

O segundo é o conceito DBX, que mistura uma série de elementos de modelos SUV com o estilo de luxo Aston Martin. O carro tem lugar para quatro passageiros, motores elétricos em cada roda, bancos de couro e painéis de navegação diferenciados para condutor e copiloto. As câmeras que ficam nas laterais do veículo têm o conteúdo exibido em pequenas telas ao lado do volante.

Lamborghini Aventador LP 750-4 Superveloce: eles conseguiram melhorar

A nova versão da família Lamborghini Aventador consegue impressionar até quem já estava de queixo caído pelos modelos anteriores. O motor V12 da Superveloce tem 750 cavalos de potência e faz o carro ir de 0 a 100 km/h em 2,8 s, com velocidade máxima de 350 km/h.

O modelo ficou 50 kg mais leve e ganhou um novo exaustor. Alguns detalhes de luxo até foram removidos para priorizar potência e velocidade. O visual também é mais aerodinâmico (150% em relação ao modelo anterior, segundo a montadora) e "agressivo", com fibra de carbono e resina usada em vários dos componentes externos e do cockpit. O modelo começa a ser enviado no segundo trimestre deste ano pelo preço de aproximadamente R$ 1 milhão por unidade.

Lexus LF-SA: compacto, conceitual, luxuoso

O  compacto de luxo Lexus LF-SA traz detalhes de design bem próprios: os efeitos de cor e sombra criam sensação de movimento, enquanto a dianteira destaca bastante a logo da montadora. Com 3,45 m de comprimento, 1,70 m de largura e 1,43 m de altura, o carro tem capacidade para quatro ocupantes (dois na parte traseira).

Por enquanto, o modelo é todo conceitual (e até por isso não teve destaques em características técnicas), mas características do LF-SA podem influenciar futuros carros compactos de luxo da Toyota.

Audi R8: sempre melhorando

A segunda geração do Audi R8 Coupe não se destaca visualmente como outros modelos, mas é o mais rápido e poderoso já lançado pela marca. O motor V10 de 5,2 litros vem em duas versões, uma com mais cavalos de potência para quem procura velocidades absurdas — há ainda a variante elétrica.

Os carros com motor V10 chegam a 329 km/h, têm rodas de 20" e pesam 1,5 tonelada. As vendas começam ainda no fim de 2015 (no Brasil, só no fim do ano que vem).

McLaren: potência em dobro

A McLaren surpreendeu Genebra com dois modelos. O 675 LT tem cauda longa, é focado em circuitos (porém com habilitação para estradas) e tem um motor V8 de 3,8 litros com turbo duplo e várias peças modificadas para melhorar o desempenho do veículo. O exaustor de titânio é leve e barulhento, além de ganhar uma cor azulada quando está muito quente.

Já o P1 GTR, que é o carro na cor predominantemente amarela, é só para pistas de corrida — e o próprio visual comprova isso. O motor V8 recebe a ajuda de um motor elétrico, acumulando uma potência invejável de 1.000 cv. Só os colecionadores ou bilionários que compraram uma McLaren P1 terão direito a adquirir esse modelo especial.

Koenigsegg Regera: a surpresa

Mais de 1.500 cavalos de potência, um visual de tirar o fôlego de qualquer amante de carros e portas que se abrem do jeito mais estiloso possível. Talvez essa seja a melhor forma de descrever o estonteante Koenigsegg Regera, descrito como um "megacarro".

Esse modelo esportivo combina um motor V8 de 5 litros com três motores elétricos, chegando a até 1.800 cavalos (valor que dificilmente será atingido, mas isso é possível). Dois dos motores elétricos estão nas rodas traseiras, enquanto o terceiro se localiza no sistema de direção. A montadora espera que o modelo atinja 400 km/h em 20 segundos, mas essa marca ainda não foi provada oficialmente. Apenas 80 unidades do Regera, que significa "reinar" em sueco, serão produzidas. Na mesma feira, a empresa apresentou ainda outro grande modelo, o Agera.

GTA Spano: o grafeno chegou para ficar

O GTA Spano tem um motor V10 com turbo duplo e uma caixa de câmbio com sete velocidades. Somente 99 felizardos serão donos de um desses automóveis — e olha que ainda nem falamos da característica mais marcante dele.

O chassi do modelo tem uma combinação única de materiais, incluindo titânio e até grafeno — sim, o "material do futuro" finalmente chegou aos carros! Com ele, há a garantia de rigidez e leveza ao mesmo tempo, além de tornar o veículo original e futurista.