Conhecida por ser fabricante de um dos mais famosos carros híbridos já feitos, o Prius, a Toyota diz não ter planos de fazer outro automóvel movido a eletricidade.

"Ninguém está batendo em nossa porta nos pedindo para fazer um novo carro elétrico", afirmou Craig Scott, gerente nacional de tecnologia avançada da companhia.

Em vez disso, a montadora coloca suas fichas nos veículos movidos a hidrogênio em sua estratégia de perseguir tecnologias "verdes". No entanto, a adoção desse tipo de veículo tem sido lenta, em parte pela falta de postos especializados no combustível.

As fabricantes de carros ainda trabalham em carros elétricos, que aumentaram as vendas em 30% em relação a 2013. No entanto, o total de venda de veículos com emissão zero de poluentes não chega a nem 1% do total.

Por ora, o carro elétrico de maior autonomia é o Tesla Model S, que pode rodar mais de 350 km. No entanto, é um modelo caro: começa em US$ 72 mil e pode passar de US$ 100 mil se equipado com a melhor bateria e com opcionais de luxo.