Com um estande mais do que caprichado, a NVIDIA aproveitou a Brasil Game Show 2013 para mostrar suas últimas novidades no campo de jogatina móvel. Isso inclui não só o já popular Shield, mas também o Gradiente Tegra Note, tablet de altíssimo desempenho que já pode ser encomendado na pré-venda por módicos R$ 999.

Para falar mais sobre as duas novidades e comentar um pouco sobre os planos da empresa para o mercado brasileiro, o BJ resolveu conversar com Leo De Biase (gerente de marketing para consumo e relações públicas) e Alexandre Ziebert (technical marketing da NVIDIA Brasil). No vídeo acima, você confere a entrevista completa com ambos os executivos, que comentaram sobre as atualizações que chegaram ontem (28) ao console Shield e também sobre as principais características do Tegra Note.

(Fonte da imagem: Reprodução/BJ)

Shield está melhor do que nunca

Mesmo que a NVIDIA não tenha planos imediatos para trazer o Shield ao Brasil, o console portátil acaba de receber quatro grandes atualizações que melhoram ainda mais a experiência do usuário. Primeiramente, o gadget agora conta com Android 4.3, última versão do sistema operacional desenvolvido pela Google.

Além disso, o produto agora conta com o recurso Gamestream (que permite jogar games de PC no portátil) e com o agradável modo console (no qual você conecta o Shield em sua televisão convencional e usa gamepads sem fio para jogá-lo como se fosse um console de mesa comum).

Por fim, esta segunda-feira também marcou a estreia do SHIELD Gamepad Mapper, voltado para quem quer criar seus próprios controles personalizados para os títulos encontrados na Play Store. Com isso, a biblioteca de games compatíveis com o dispositivo acaba de aumentar drasticamente. Se você tem um exemplar (importado), já pode começar a comemorar!

(Fonte da imagem: Reprodução/BJ)

Sim, ele será aprimorado!

Biase também aproveita para confirmar que, de fato, a NVIDIA já está trabalhando em uma espécie de “sucessor” para o Shield, que será equipado com a próxima geração dos chips Tegra e contará com maior capacidade gráfica. De acordo com o executivo, a ideia é atualizar o console de acordo com o ciclo evolutivo dos Tegra, mas ainda não há uma data exata para que essa evolução ocorra.

Vale lembrar que a NVIDIA já divulgou um vídeo impressionante mostrando o potencial do Project Logan (codinome do Tegra 5). Caso você ainda não tenha conferido, não perca tempo e visite este link.

(Fonte da imagem: Reprodução/BJ)

Um brasileiro de respeito

Por fim, também tivemos a oportunidade de testar o Gradiente Tegra Note, que agrada logo de cara por conta de sua leveza e espessura. Além de destacar o hardware potente do produto (processador Tegra 4 com GPU GeForce de 72 núcleos, CPU Cortex-A15 quad-core, display de 7 polegadas com resolução HD e 16 GB de armazenamento), Ziebert faz questão de comentar sobre o design de construção do produto e acessórios que ajudam a jogatina.

Nas mãos, o tablet se mostra impecável. Muito confortável e com um som excelente (notou as caixinhas localizadas nas laterais do aparelho?), além de oferecer um desempenho incrível mesmo para games que exigem mais do processador. Quem diria, heim Gradiente?

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: