Black Friday 2021: 7 dicas para não cair em golpes do WhatsApp

3 min de leitura
Imagem de: Black Friday 2021: 7 dicas para não cair em golpes do WhatsApp
Imagem: Kev Costello/Unsplash
Avatar do autor

Black Friday 2021

Com a proximidade da Black Friday 2021, marcada para 26 de novembro, muitos consumidores já estão ansiosos com todas as ofertas que poderão encontrar durante o evento. Entretanto, há pessoas mal intencionadas que estão de olho em todos os descuidos que poderão acontecer ao longo desse período interessante para compras.

Tenha sempre em mente que todo cuidado é pouco e que desconfiar de informações da internet pode garantir sua segurança virtual. Vale destacar que muitos golpes podem acontecer em aplicativos que estamos mais acostumados a utilizar, como o WhatsApp, um dos mensageiros mais usados pela população brasileira.

(Thom Holmes/Unsplash/Reprodução)(Fonte: Thom Holmes/Unsplash/Reprodução)Fonte:  Thom Holmes/Unsplash 

Pensando nesses aspectos, elaboramos uma lista com dicas que vão propor uma reflexão sobre boas práticas de segurança. Com elas, mantenha-se alerta para não cair em golpes pelo WhatsApp na Black Friday. Confira!

1. Verifique todos os links enviados

(NordWood Themes/Unsplash/Reprodução)(Fonte: NordWood Themes/Unsplash/Reprodução)Fonte:  NordWood Themes/Unsplash 

Sempre que receber um link pelo WhatsApp, desconfie da URL. Uma boa dica é ler com atenção todos os caracteres do link para se certificar da confiabilidade dele. Muitos golpistas criam links muito similares aos verdadeiros, colocando letras quase imperceptíveis em meio às palavras. Caso receba links encurtados, procure sites que façam a extração do conteúdo para saber se vale a pena clicar ou não.

2. Cheque a veracidade das informações

(Fausto Sandoval/Unsplash/Reprodução)(Fonte: Fausto Sandoval/Unsplash/Reprodução)Fonte:  Fausto Sandoval/Unsplash 

Esta dica é essencial em todos os aspectos, pois traz uma série de prevenções. Esteja disposto a fazer pesquisas aprofundadas sobre os produtos que desejar comprar, conheça as promoções e saiba se elas realmente existem por meio dos canais oficiais das empresas. Recorrer aos comentários feitos por consumidores e checar o status da empresa em sites como Reclame Aqui também pode ajudar.

3. Consulte seus contatos

(Luis Villasmil/Unsplash/Reprodução)(Fonte: Luis Villasmil/Unsplash/Reprodução)Fonte:  Luis Villasmil/Unsplash 

Muitas vezes, os golpistas se articulam em meio aos contatos para dar mais veracidade às fraudes. Quando receber qualquer mensagem suspeita de amigos ou familiares, tente ligar para eles para saber se aquilo realmente foi enviado. Além disso, se algum número desconhecido surgir em sua lista de mensagens, não forneça qualquer informação específica, pois é nesse descuido que os golpistas podem ganhar sua confiança.

4. Não compartilhe dados pessoais

(Jonas Leupe/Unsplash/Reprodução)(Fonte: Jonas Leupe/Unsplash/Reprodução)Fonte:  Jonas Leupe/Unsplash 

Ainda considerando a questão anterior, mesmo que isso seja solicitado, evite passar dados pessoais por meio de aplicativo como o WhatsApp. A menos que você tenha certeza de com quem está trocando informações, evite enviar números de documentos e outros detalhes importantes pela plataforma.

Durante a Black Friday 2021, não fotografe seu cartão para compartilhar com amigos e familiares em hipótese alguma.

5. Tome cuidado com redes sociais e aplicativos

(Joseph Frank/Unsplash/Reprodução)(Fonte: Joseph Frank/Unsplash/Reprodução)Fonte:  Joseph Frank/Unsplash 

Muitas vezes, os golpistas criam perfis em redes sociais de lojas famosas para atrair os consumidores a fecharem negócios por meio do WhatsApp. Ao se passarem por vendedores amigáveis, eles fazem de tudo para que você caia no golpe, oferecendo descontos impossíveis para determinados produtos que nem existem. Portanto, durante a Black Friday, só confie em perfis de lojas verificadas.

6. Utilize cartões virtuais para compras online

(Jonas Leupe/Unsplash/Reprodução)(Fonte: Jonas Leupe/Unsplash/Reprodução)Fonte:  Jonas Leupe/Unsplash 

Uma das facilidades das compras virtuais é a possibilidade de utilizar um cartão gerado pelos aplicativos de banco. Geralmente, o código de segurança expira depois de 5 minutos, garantindo que mesmo que os dados sejam clonados seja impossível de serem utilizados sem o internet banking. Use essa vantagem ao seu favor, mesmo que precise compartilhar com alguém os números pelo WhatsApp.

7. Atente-se para redes Wi-Fi

(Nasik Lababan/Unsplash/Reprodução)(Fonte: Nasik Lababan/Unsplash/Reprodução)Fonte:  Nasik Lababan/Unsplash 

Para fechar esta lista de dicas para se proteger durante a Black Friday 2021, fique atento à segurança digital, pois os golpistas estão sempre esperando uma brecha para poder atacar. A menos que seja imprescindível, evite utilizar redes Wi-Fi compartilhadas publicamente, pois podem ter falhas de segurança e permitir que invasores tenham acesso aos dados para aplicar golpes.

Se você gostou dessas dicas, não deixe de colocá-las em prática. A Black Friday 2021 acontece em 26 de novembro deste ano. Fique ligado em todas as ofertas e novidades lançadas durante o período.