(Fonte da imagem: Shutterstock)

Recentemente, nós noticiamos que a conectividade de alta velocidade da população brasileira teve um aumento de 51% no último ano, atingindo a marca de 145,6 milhões de acessos a partir de serviços de banda larga.

Para complementar esse levantamento feito pela Associação Brasileira de Telecomunicações, a Agência Nacional de Telecomunicações também divulgou seu relatório com dados referentes ao primeiro trimestre de 2014.

O documento aponta a TIM como a operadora com o pior desempenho na entrega de serviços de banda larga móvel. De acordo com essa publicação, a empresa não atingiu as metas estabelecidas pela Anatel em 17 estados no mês de janeiro, 21 em fevereiro e 19 durante março.

Nesse mesmo período, a Oi ficou abaixo das taxas estipuladas em 11, 15 e 14 estados, respectivamente. Por sua vez, a Vivo não cumpriu com as suas obrigações em oito, 12 e 10 estados nos meses de janeiro, fevereiro e março. Também levando em conta o primeiro trimestre deste ano, a Claro deixou a desejar em quatro, três e dois estados — apresentando assim a melhor performance no tocante à banda larga móvel.

Conforme explicitado pela agência de notícia Reuters Brasil, por meio de comunicado, a TIM alegou que "está focada na melhoria do serviço em todo o Brasil, de forma a acompanhar o constante crescimento do tráfego de dados".

Mudando de foco

(Fonte da imagem: Shutterstock)

Ao olharmos para os desempenhos em relação aos serviços de banda larga fixa, embora as empresas sejam outras, o cenário não é muito diferente. Nesse segmento, a companhia que ficou com a pior avaliação geral foi a Oi.

No mês de janeiro, essa empresa não superou a meta da Anatel para 23 estados. As concorrentes NET e GVT ficaram abaixo dessas diretrizes em quatro e dois estados, respectivamente.

Em fevereiro, nessa mesma ordem de prestadoras de serviços, 21, 11 e quatro estados apresentaram avaliações abaixo da expectativa. Por fim, no mês de março, a Oi não alcançou a qualidade esperada em 20 estados, enquanto NET e GVT não alcançaram a meta em seis.

É válido salientar que a Oi está presente em um número maior de estados quanto ao fornecimento de serviços de banda larga fixa do que as demais empresas citadas no relatório. Além disso, é importante ressaltar que a Anatel executou medições em todos os estados brasileiros para a banda larga móvel, mas as aferições da banda larga fixa não foram realizadas no Amapá.

Abaixo você confere os links para acessar os documentos veiculados na íntegra, em PDF.

Cupons de desconto TecMundo: