Na última sexta-feira, o Baidu entrou com uma ação contra o PSafe, alegando que o concorrente estava enviando alertas com mensagens equivocadas para os consumidores — mensagens que afirmavam que o app DU Speed Booster continha dados maliciosos. Hoje, uma decisão foi anunciada pela 11ª Vara de Justiça Cível e informa que o PSafe tem até cinco dias para remover os alertas já mencionados.

De acordo com a assessoria do Baidu, a decisão "tem caráter liminar e visa evitar que atitudes classificadas como concorrência desleal continuem a acontecer". Agora, a PSafe tem até cinco dias para remover mensagens que apresentem o software DU Speed Booster como “vírus” ou aplicação de “alto risco”.

Também foi definido que a PSafe não deve enviar alerta que "estimule, de forma direta ou indireta a remoção de aplicativos do Baidu”. A PSafe ainda não informou se irá recorrer da decisão judicial emitida nesta terça-feira. Será que ainda veremos mais capítulos nessa história?

A resposta da PSafe

A PSafe entrou em contato com o TecMundo e enviou uma nota, mencionando que as afirmações enviadas pela Baidu estão equivocadas. De acordo com a assessoria de imprensa, "a PSafe esclarece que até agora não foi formalmente intimada a respeito da ação judicial proposta pela Baidu". A empresa também enviou um trecho de outra decisão judicial:

“...determino que, no prazo de 05 (cinco) dias, a BAIDU BRASIL INTERNET LTDA. promova a atualização do aplicativo "Du Speed Bustes"[sic], abrangendo os aplicativos que já foram adquiridos pelos usuários e aqueles que ainda não foram comercializados, para que (i) não identifique o aplicativo "PSafe Total" (ou qualquer outro aplicativo da PSAFE TECNOLOGIA S/A) como sendo de alto risco ou vírus, para que (ii) não dificulte o seu download e para que (iii) não estimule, de forma direta ou indireta, a sua exclusão (o que abrange a indicação de que o aplicativo seria de baixa utilização)".

Cupons de desconto TecMundo: