Poucos dias se passaram desde que vários registros do sequestro de aparelhos iOS foram feitos na Austrália. E o país não foi o único: casos semelhantes vêm ocorrendo na Rússia, sendo que, de acordo com o jornal MK, dois suspeitos dos crimes foram capturados.

Um dos acusados dos ataques hackers é Ivan, um desempregado de 23 anos conhecido por nunca ter ido para a escola e por fazer de tudo para ganhar dinheiro fácil, segundo o jornal, e que têm ficha criminal por lidar ilegalmente com placas de carro. O outro é um jovem de 17 anos cujo nome não foi revelado. Ambos teriam sido registrados por câmeras de vigilância, retirando o dinheiro depositado por uma das vítimas em um caixa eletrônico.

Ivan, um dos suspeitos dos crimes

O método utilizado pela dupla se baseava no conhecido phishing, em que são criadas páginas falsas disfarçadas de sites legítimos para roubar os dados de pessoas desavisadas. Com isso, eles bloqueavam os smartphones e cobravam somas equivalentes, em rublos, a de 30 a 200 reais. Caso fossem pagos, uma mensagem era enviada com a senha correta.

Não se sabe se Ivan e o jovem não-identificado são, de fato, os causadores dos sequestros que vêm acontecendo nos dois países ou se se tratam apenas de imitadores. O Ministério do Interior russo, porém, afirmou que “os apartamentos dos acusados foram vasculhados, e foram apreendidos computadores, chips SIM e celulares usados em atividades ilegais, assim como livros sobre hackear sistemas de computador”.

Às vítimas do ataque, resta usar a senha para desbloquear o aparelho e trocar o código o quanto antes. Já aos que não tiveram o smartphone “devolvido”, tudo o que há para fazer é restaurar o smartphone para as configurações de fábrica.

Cupons de desconto TecMundo: