(Fonte da imagem: Reprodução/Mashable)

Um alemão suspeito de ser o responsável pelo maior ataque DDoS da história foi preso na última quinta-feira (25) na Espanha. Identificado somente pelas iniciais “SK”, o homem, que aparenta ter 35 anos de idade, é acusado de ter iniciado os ataques que afetaram as atividades da organização Spamhaus — ação que afetou a velocidade de boa parte da internet.

O ataque chamou a atenção pela sua intensidade, tendo gerado um tráfego de mais de 300 gigabits por segundo em seu auge. Os policiais responsáveis pela ação confiscaram todos os computadores e dispositivos móveis do suspeito, já que esses aparelhos podem ajudar a desvendar seus métodos de ação.

Embora a identidade de SK não tenha sido revelada, diversas fontes apontam que ele se trata de Sven Olaf Kamphuis, representante da empresa de hospedagem Cyberbunker (que faz parte da lista negra da Spamhaus). Em uma entrevista concedida ao site Daily Beast em março deste ano, ele afirmou “que há muita gente que ficou realmente brava com isso (o ataque). Somos os primeiros a realmente mostrar alguma coragem e fazer algo quanto a isso”, declaração que gerou algumas suspeitas na época.

Segundo um representante da Spamhaus, após a organização ter listado a companhia como uma fonte de spams, Kamphuis respondeu com uma mensagem bastante agressiva. Ele teria dito que a Cyberbunker fazia parte de uma república própria, na qual não havia quaisquer leis ou restrições que o impedissem de realizar qualquer ação.

Cupons de desconto TecMundo: