Com a prisão de alguns dos principais membros do LulzSec pelo FBI, alguns chegaram a imaginar que o grupo deixaria de existir ou perderia muito de sua força. Contudo, não parece ser isso o que vai acontecer. Um vídeo divulgado no último final de semana mostra que os ataques do LulzSec não vão parar, e o retorno das ações está programado para 1 de abril.

No vídeo, o LulzSec minimiza as prisões e insiste que não perdeu o seu poder de fogo. “Há alguns dias decidimos trazer de volta nosso humilde grupo à internet, para o desespero de governos corruptos e empresas em todo o planeta”, destaca a mensagem. “É ridículo achar que a prisão de seis pessoas seria capaz de nos deter”, completa.

“As novas metas do LulzSec são amplas e variadas e devem atingir governos, empresas, agências e até mesmo você que está vendo esse vídeo”, continua a gravação. Segundo informações que circulam na web, o retorno do grupo está ligado ao chamado Project Mayhem, uma nova ação com um longo e desconexo manifesto que procura usar ações hacker e obras de arte para subverter as corporações e criar mudanças sociais.

Cupons de desconto TecMundo: