(Fonte da imagem: Twitter/@LulzSec)

A guerra de ideologias como o Anonymous contra a censura está atingindo níveis cada vez maiores. E parece que a situação está ficando pior para o lado dos hackers, agora que cinco membros do “alto escalão” da LulzSec foram pegos pelo FBI.

Mas a forma como eles foram capturados é a parte mais inesperada de tudo isso: segundo o FoxNews.com, a polícia teve ajuda de Hector Xavier Monsegur, também conhecido como “Sabu”, o suposto líder da LulzSec.

Monsegur, que esteve trabalhando por vários meses para o FBI, não fez isso de livre e espontânea vontade. Uma fonte próxima dele indicou que o suposto líder hacker havia sido preso secretamente pelos federais e foi então forçado a trabalhar para diminuir suas acusações.

Hector Xavier Monsegur, o homem que traiu a LulzSec (Fonte da imagem: FoxNews.com)

Três pessoas foram presas, e duas foram acusadas de conspiração. Fontes da FoxNews.com revelaram que os membros capturados foram: Jeremy Hammond (narchaos), Ryan Ackroyd (Kayla), Jake Davis (Topiary), Darren Martyn (pwnsauce) e Donncha O’Cearrbhail (palladium).

Jeremy Hammond será julgado separadamente, como o principal participante do ataque feito contra a companhia de segurança Stratfor, em que milhões de emails e números de cartões de crédito foram roubados. Acredita-se também que ele é membro do Anonymous.

O FBI se mostra confiante com a ação. De acordo com um oficial envolvido na investigação, “isso está devastando a organização”, já que “estamos cortando a cabeça do LulzSec”. Mesmo assim, é provável que a retaliação dos hackers não demore a acontecer.