(Fonte da imagem: FoxNews)

No início da semana, o FBI anunciou a prisão de cinco integrantes do LulzSec graças a colaboração de Sabu, hacker que pertencia ao Anonymous. Preso em agosto do ano passado, ele foi convidado a colaborar com as investigações em troca de redução das suas penas, que podem somar 122 anos.

Um documento divulgado ontem mostra que não só Sabu, mas também familiares e alguns entes queridos foram incluído no programa de proteção à testemunha. Além disso, suas penas devem ser reduzidas de acordo com o grau de cooperação.