Você já deve ter reparado que a onda de crimes virtuais aumentou consideravelmente. Nomes como Anonymous e LulzSec invadiram a web. Os ataques estão cada vez mais diversificados e constantes, mas, até o surgimento das mais recentes notícias, o usuário comum pouco sabia dos riscos que corria, pois imaginava que os piores perigos eram os vírus.

(Fonte da imagem: Divulgação/Warner Bros.)

Agora, a violação de dados do PC também tira o sono de muita gente, afinal, documentos, fotos e outros arquivos podem ser apagados por criminosos. E, pelo visto, a coisa vai ficar ainda pior com a nova prática dos hackers, a qual recebeu o nome de “dox”. Você provavelmente não está familiarizado com o termo, mas isso é porque ele ainda é novo e não está em uso pela mídia.

Mas afinal, o que é um dox? Do que se trata essa nova estratégia dos hackers? Isso é o que o Tecmundo vai explicar neste artigo, que visa alertar você sobre essa nova artimanha que vêm preocupando pessoas comuns, famosas e até do meio de segurança virtual.

A definição de dox

A prática do dox não é exatamente um tipo de ataque hacker, mas sim a liberação de informações pessoais que o criminoso obteve durante uma invasão. Quando uma pessoa realiza um dox, ela pode divulgar nome completo, endereço, telefones, documentos, números de cartões de créditos, senhas e muitos outros detalhes sobre a vítima.

Você é o alvo!

A liberação de informações sigilosas sobre determinado sujeito só pode ser considerada como um dox quando a divulgação dos dados ocorreu através da internet. Vale salientar, todavia, que o dox, em si, não causa danos diretos à vítima. A confusão começa apenas quando terceiros obtêm tais detalhes e começam a usá-los para prejudicar a pessoa atacada.

Os casos aparecem aos poucos

Apesar de os relatos sobre dox não serem frequentes, alguns ataques ocorrem aleatoriamente. Em 2009, por exemplo, um jovem da Califórnia foi vítima de dox por conta de atitudes do grupo Anonymous.

Os hackers revelaram o endereço do rapaz, o telefone e algumas outras informações pessoais. Não demorou nada para que a família do garoto recebesse telefonemas ameaçadores, emails com conteúdo agressivo e até encomendas de produtos pornográficos.

Prática de dox contra políticos brasileiros

Em junho de 2011, as vítimas foram a presidenta Dilma Rousseff e o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab. O grupo LulzSec Brazil praticou o dox, divulgando informações pessoais (números de telefones, CPF e outros dados) sobre os políticos brasileiros. Não há informações quanto a danos gerados devido ao dox, porém, tal caso mostra que tanto pessoas comuns quanto famosos estão expostas aos criminosos virtuais.

O perigo maior

Apesar de a prática de dox parecer inofensiva, a liberação de informações pessoais de alguém pode causar mais problemas do que se imagina. Em um primeiro momento, indivíduos mal-intencionados podem apenas dar telefonemas ou enviar emails. Todavia, em longo prazo, prejuízos financeiros e ameaças à segurança física da vítima podem acontecer.

Como você deve ter notado, práticas de dox não são comuns, porém, nunca se sabe quando um hacker vai invadir sua máquina. Assim, fica o alerta para evitar o armazenamento de informações pessoais no PC, sempre usar softwares de segurança e procurar trocar o IP do computador com certa frequência.

Cupons de desconto TecMundo: