De acordo com o The Times, hackers da Rússia estão vendendo senhas de políticos, policiais e diplomatas do Reino Unido. No total, são senhas de 1 mil membros da equipe que trabalha no Parlamento, mais de 1 mil diplomatas e 7 mil policiais.

Segundo a investigação, a venda acontece na Dark Web e em sites russos específicos sobre hacking. Além disso, a maioria das senhas vendidas acabaram sendo obtidas pelos hackers no grande vazamento do LinkedIn, que aconteceu em 2012 e 2016.

"Este não é um ataque recente, ele aconteceu em 2012 e não constitui uma ameaça estratégica a segurança nacional", comentou o Centro Nacional de Crime e Segurança no Reino Unido.
Mais detalhes da investigação, você acompanha aqui.

Cupons de desconto TecMundo: