No domingo passado (11), um ataque hacker realizou um deface em um dos domínios do site oficial do Distrito Federal, local onde se encontram as principais casas do governo brasileiro. O ataque, que foi reivindicado por um hacker chamado "Xin0X", teve motivação política. No caso, o presidente Michel Temer e os recentes escândalos de seu governo.

Nos últimos meses, as bandeiras que atuam sob o guarda-chuva Anonymous estão bem ativas

"O cenário político atual brasileiro é fruto de uma cadeia de eventos históricos que não foram corrigidos ao longo do tempo", diz o manifesto postado no site DF.gov (vale lembrar que, anteriormente, o .com redirecionava para o site .br). "Não é a toa que nós vivemos uma dura realidade, cheias de injustiça, autoritarismo, manipulação, alienação, pressão e separação. O governo, seja de esquerda ou de direita, não dá a mínima para a p*rra do povo brasileiro, nunca deram nem nunca vão dar; nada não passa de maneiras indiretas de ganhar aprovação de alguma parte (ou minoria) específica da população, visando sempre quem vai ficar no topo, no caso, uma elite... E com certeza não somos nós".

É preciso notar que, apesar do hacker realizar um agradecimento ao grupo Anonymous, não há reivindicação da célula. Nos últimos meses, as bandeiras que atuam sob o guarda-chuva Anonymous estão bem ativas: os servidores da Friboi já foram invadidos, a JBS já foi atacada e o site pessoal de Michel Temer é sistematicamente derrubado.

"Aos governantes, eu só quero desejar que vocês paguem por tudo que fizeram com nosso povo durante décadas (...) Nós sustentamos vocês e suas vidas de vermes elitistas", continua o manifesto que você pode checar nas duas imagens abaixo.

Screenshot mobile da página

Distrito Federal

Neste momento, dia 12, o site oficial do Distrito Federal está fora do ar — há mais de 12 horas. Não há qualquer palavra das autoridades ou assessoria de imprensa sobre a invasão. Caso chegue alguma resposta, vamos atualizar esta notícia.

Site do DF hoje (12)