Não adianta desconectar o seu computador da internet, pois hackers já conseguem fazer a interceptação de dados pelo som. Pelo menos é algo parecido com isso que os pesquisadores da Universidade Ben-Gurion (Israel) acabam de demonstrar.

Os especialistas em segurança da instituição — liderados por Mordechai Guri — desenvolveram um sistema chamado DiskFiltration. E ele trabalha a partir de smartphones, interpretando o áudio gerado pelo atuador dos discos rígidos, ouvindo o movimento da peça para interpretar a leitura e a escrita nos discos.

Esse é aquele som que você ouve quando seu computador — desde que não estejamos falando de um PC SSD — está trabalhando. Com os coolers desativados na máquina, esse som pode ser interpretado por um smartphone ou outro sistema que esteja nas proximidades.

Os pesquisadores acreditam que, caso os computadores sejam infectados com malwares, torna-se possível roubar informações com esse tipo de técnica. Hoje, tudo ainda é muito limitado, pois os coolers interferem no processo e não é possível fazer a quebra de arquivos muito grandes. De acordo com os testes, a limitação da captura fica perto dos 180 bits por minuto — o que significa a quebra de criptografia 4.096 bits RSA em 25 minutos.

Vale dizer ainda que os roubos não funcionam com SSDs e outros dispositivos de memória Flash. Por isso, é bem possível que o hack não se torne uma ameaça real a muitos consumidores. Mesmo assim, é importante ficarmos atentos a possíveis "espertinhos".

Cupons de desconto TecMundo: