O hacker responsável por coletar fotos íntimas de celebridades em 2014 foi declarado culpado por uma corte de Los Angeles, na Califórnia (EUA). Edward Majerczyk, que poderá pegar até cinco anos de prisão, invadiu mais de 300 contas Gmail e iCloud e roubou imagens e vídeos privados no caso conhecido como “Celebgate”. Ele usou um método de phishing, induzindo suas vítimas a usar dados pessoais para acessar um site falso de segurança.

Segundo Deirdre Fike, diretor-assistente do FBI, Majerczyk “não apenas invadiu contas de email – ele invadiu também a vida privada das vítimas, causando constrangimento e dano permanente”. Em março de 2015, vale lembrar, Ryan Collins, parceiro de Majerczyk, foi condenado a 18 meses de prisão pelo mesmo crime.

Apesar de ambos terem sido condenados pelo acesso ilegal às contas, ainda não há indícios que relacionem os hackers ao vazamento de fato das imagens. É provável, assim, que mais prisões aconteçam durante os próximos meses, uma vez que o responsável pelo compartilhamento das fotos roubadas estaria ainda à solta. 

Cupons de desconto TecMundo: