Um ataque hacker com origem na Coreia do Norte foi capaz de roubar cerca de 42.000 materiais de agências governamentais da Coreia do Sul em ataques a duas organizações, informou a Agência Nacional de Polícia da Coreia. A invasão que teve início em 2014 e só foi descoberta agora, em junho de 2016.

Uma das companhias que foram alvos dos cibercriminosos, a Korean Air Lines Co., teve documentos roubados que continham o design das asas do caça militar F-15, além de diversas imagens sobre outras partes do avião a jato.

No entanto, de acordo com um oficial da Coreia do Sul, a informação roubada não era sigilosa, como é o caso dos motores do F-15 e outras partes eletrônicas. “O vazamento terá um impacto insignificante na segurança nacional,” afirmou o oficial.
Ao que tudo indica, os norte-coreanos não possuem planos de utilizar os documentos roubados, também pelo fato de que o país não é conhecido pela sua força aérea.

Contudo, se os ataques hackers da Coreia do Norte continuarem nesse ritmo, é apenas uma questão de tempo até que segredos militares acabem caindo em mãos erradas.

Cupons de desconto TecMundo: