Amplificador desenvolvido pela NASA será usado para estudar galáxias (Fonte da imagem: Peter Day/Caltech)

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) e do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA (JPL) desenvolveram um novo tipo de amplificador para aumentar a força de sinais elétricos fracos. O dispositivo poderá ser usado no estudo de galáxias, estrelas e buracos negros, além de servir como ferramenta para a exploração do mundo quântico.

Construído com supercondutores — nitreto de titânio (TiN) e nitreto de nióbio-titânio (NbTiN) —, esse amplificador produz o mínimo de ruído possível, gerado apenas pelos movimentos dos átomos e ondas previstos pelas leis da mecânica quântica. Além disso, esse amplificador é capaz de trabalhar com uma faixa de frequências 10 vezes maior do que a do amplificador mais sensível, aumentando sinais fracos sem causar distorções.

É uma pena que não possamos ter uma belezinha dessas no som do carro. Afinal, supercondutores precisam de condições especiais para funcionar corretamente, como temperaturas baixíssimas.

Fonte: Caltech