Mais um caso de celular salvando vidas. Como em muitas outras ocorrências semelhantes – como essa, essa ou essa –, o aparelho foi o responsável por evitar que um tiro de arma de fogo atingisse o seu dono e causasse danos muito além dos materiais. O caso, dessa vez, envolve um morador da cidade de Cebu, nas Filipinas. Após uma ocorrência policial, o oficial Demar Muaña foi baleado no peito, mas salvo por seu bom e velho Samsung E1200.

O projétil ia em direção ao seu peito, exatamente onde está localizado o coração. Porém, a bala encontrou o obstáculo que existia no bolso do policial, o que evitou que danos maiores fossem causados pelo tiro. Demar Muaña ainda foi baleado no braço, mas passa bem e está internado para tratar os ferimentos.

Demar Muaña se recupera no hospital depois de ter sido salvo por seu Samsung E1200.

"Eu achei que fosse morrer", disse ele ao jornal local. "O celular salvou a minha vida. Tive sorte", completou o policial aliviado. O aparelho – chamado por aqui de Samsung Keystone 2 – possui uma tela de apenas 1,52 polegada e espessura de 13,5 mm.

Porém, esse pequeno celular – que nem pode ser chamado de smartphone devido a falta de funcionalidades que oferece – foi o responsável por evitar que danos maiores fossem causados ao seu dono. Uma salva de palmas para o Samsung E1200.

Cupons de desconto TecMundo: