(Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

A Apple lançou nesta semana o iPhone 4 branco nos EUA e mais 27 países – infelizmente, o Brasil não está nessa lista. O preço do novo aparelho é o mesmo do tradicional (modelo preto), porém, foi detectada uma diferença de espessura que pode ocasionar problemas para o encaixe com as capas de proteção da marca.

Pouco tempo depois da chegada do smartphone branco da Maçã ao mercado, usuários já reclamaram em fóruns que a espessura do dispositivo é, aproximadamente, um milímetro maior – o dispositivo passou de 9,3 para 9,5 milímetros.

(Fonte da imagem: NeoGAF/Postado por Mrkgoo)

O valor pode parecer irrelevante, mas os cases produzidos para o iPhone 4 são justos. Em alguns modelos de capas, como os Bumpers (usados para resolver um problema com a recepção de sinal), o processo de encaixe se tornou dificultoso, oferecendo risco de danificação devido à pressão necessária.

O responsável por esse aumento de espessura seria uma camada adicional de proteção contra raios ultravioleta. Segundo Phil Schiller, vice-presidente de marketing da Apple, o modelo branco precisou de mais empenho dos engenheiros.

"Não é tão simples como fazer alguma coisa branca. Há muito mais envolvido, não só o material e como ele se sustenta ao longo do tempo, mas também em como tudo isso funciona com os sensores", comentou Schiller em entrevista para o site All Things Digital.

Cupons de desconto TecMundo: