Uma das críticas feitas aos sistemas operacionais da Apple diz respeito a funções que a empresa demora para implementar, mas finalmente adiciona depois de um tempo.

Isso normalmente é comemorado, mas no que poucos se ligam é que essas adições significam também a morte de apps que realizavam essas tarefas antes — e eram muito elogiados por isso. A seguir, você confere alguns que foram praticamente obrigados a se retirar da briga contra a gigante pelos mais diversos motivos.

A morte não é forçada e não é exatamente crueldade: nenhum é removido da App Store como parte de um plano maligno da marca, e sim são passos de uma evolução da própria Apple. O problema é que, como o suporte nativo às funções é adicionado, eles simplesmente perdem o sentido de existir.

Skitch

O Skitch era utilizado para fazer anotações ou apontar detalhes específicos online, como circular uma foto ou adicionar um balão de texto. A Apple incluiu a mesma função no email e a chamou de "Markup" a partir do Mac OS X Yosemite. Sem mercado, o Evernote, dono do app, o tirou de circulação em quase todas as plataformas.

1Password

Esse app de gerenciamento de senhas era bastante útil no iOS, especialmente por ser uma forma segura de garantir que os códigos não cairiam nas mãos erradas em caso de roubo do dispositivo. Quem o utilizava antes pode até ter continuado, mas ele foi deixado de lado após a chegada do Touch ID e do iCloud Keychain.

F.lux

Esse serviço é bastante utilizado no mobile e em laptops. Ele é capaz de controlar a iluminação de telas e impedir um "clarão" do nada e aquele brilho azul que te impede de dormir à noite. Eles lançaram uma ferramenta fora da App Store por conta do ecossistema limitado do iOS e, por isso, receberam um contra-ataque mortal. A Apple lançou o “Night Shift” com essa tecnologia no meio e praticamente acabou com a necessidade de o app existir.

Lanterna

Os apps de lanterna aproveitavam a luz emitida pelo flash da câmera do aparelho para criar um atalho para a iluminação. A função sempre existiu, mas a Apple nunca havia feito isso — até o surgimento do atalho no Centro de Controle, lançado com o iOS 7.

Boxcar

Durante muito tempo, o iOS não contava com uma barra de notificações para exibir novidades em apps, redes sociais e no próprio aparelho. Para surprir a necessidade, a ferramenta online Boxcar surgiu e foi considerada "vital" para o sistema operacional. Com o tempo (e as novidades implementadas pela empresa), o Boxcar foi caindo no ostracismo.

ISIS

O esquema de pagamentos por dispositivos móveis existia antes do Apple Pay e de seus concorrentes. O ISIS era uma união de forças das operadoras T-Mobile, AT&T e Verizon e chegou a fazer um bom estrago no mercado. A última tentativa de existir foi com a Google: já chamado de Softcard, o serviço licenciou tecnologias e patentes.

Cupons de desconto TecMundo: