Um vídeo que tem circulado pela internet mostra um funcionário de uma loja da Apple em Melbourne, Austrália, pedindo para que um grupo de cinco estudantes negros deixasse o estabelecimento. Ele explica que “o pessoal está um pouco preocupado com sua presença aqui. Eles estão apenas um pouco preocupados pela possibilidade de vocês roubarem algo”.

Os garotos ficam ofendidos pelo que lhes foi dito e começam a questionar a abordagem do funcionário, mas ele simplesmente diz: “pessoal, fim de papo. Eu preciso pedir que vocês saiam da loja”. O vídeo termina, mas o jornal local The Age comenta que a discussão entre eles continuou por alguns instantes mais.

O vídeo foi originalmente postado no Twitter e tem gerado uma onda de críticas para a Apple, que agora está sendo taxada como racista por conta do ocorrido.

Isso é absolutamente nojento. "Eles estão preocupados pela possibilidade de vocês roubarem algo"

Nosso "multiculturalismo" é tão raso que esses garotos estão sendo julgados só pela cor de sua pele. Nojento.

Não há informações sobre a possibilidade de os estudantes fazerem alguma queixa legal contra o funcionário ou contra a loja, mas o diretor da escola em que eles estudam voltou ao local com os garotos para exigir um pedido de desculpas.

Um dos rapazes disse ao The Age que o pedido foi de fato atendido. “Ela [gerente] se desculpou conosco e disse que somos bem-vindos a qualquer momento. Parece que tivemos justiça agora”. Um porta-voz da Apple ainda declarou que a empresa está comprometida com a igualdade de raça, cor, idade, gênero, identidade de gênero, etnia, religião e orientação sexual.

Cupons de desconto TecMundo: