Lembra quando a grande novidade a respeito dos novos iPhone é de que eles viriam com a luxuosa e resistente tela de safira? Pois é, esse parece já ser um assunto distante, mas as consequências dessa empreitada duram até hoje. Para dar uma finalidade a todo investimento feito na GT Advanced Technologies – que seria a responsável por produzir o cristal nos EUA –, a Apple resolveu que irá aplicar US$ 2 bilhões para transformar a antiga fábrica em um novíssimo data center.

Há pouco mais de um ano a empresa contratou a GT Advanced Technologies para se instalar em uma propriedade da própria Apple em Mesa, no Arizona, e levar à frente um projeto ousado: produzir cristal de safira em grandes quantidades em solo norte-americano. Com o tempo, a ideia se mostrou um fracasso, a contratada não conseguiu dar conta da demanda e o recurso teve que ser limado do iPhone 6 e iPhone 6 Plus – para desgosto da fabricante e dos consumidores.

Como já era de se esperar, eventualmente a produtora de safira entrou com um pedido de falência e todo o maquinário e diversos dos equipamentos no interior da fábrica começaram a ser vendidos para o pagamento de dívidas. O plano da Apple agora é retomar a fábrica de mais de 120 mil metros quadrados e aproveitar todo o espaço para construir servidores para diversos projetos da empresa – que tem se focado bastante em seus serviços na nuvem.

Uma representante da Apple afirma que o data center vai servir como “um centro de comando para as redes globais” da companhia, e que o novo investimento criará pelo menos 150 vagas de emprego, fora as centenas de oportunidades para trabalhadores da construção civil. Porém, antes de abarrotar o local de servidores e painéis de energia solar, a Apple terá que esperar a GT Advanced Technologies sair – com dezembro deste ano sendo a data limite para que isso aconteça.

Cupons de desconto TecMundo: