Tim Cook já afirmou que não é o maior fã de telas OLED e o LCD utilizado pela Apple no iPhone 6 Plus foi bastante elogiado. Ainda assim, de acordo com o jornal japonês Nikkan Kogyo Shimbun, a Maçã pode voltar atrás e utilizar a tecnologia em telas de seus aparelhos no próximo ano.

Os rumores falam que a nova fábrica da Foxconn, que deve custar nos próximos dois anos até US$ 2,6 bilhões só em serviços para a Apple, será especializada na produção de telas OLED para celulares e dispositivos vestíveis da gigante.

Segundo o veículo japonês, a companhia taiwanesa teria ainda a ajuda da Innolux para preparar os equipamentos. Essa é a primeira vez em que se fala sobre a tecnologia nos iPhones. As telas em LCD estão presentes e são aprimoradas desde a primeira geração do smartphone.

Mesmo que o trabalho esteja a todo vapor, a produção em massa dos displays deve começar somente em 2016 — ou seja, a próxima edição do iPhone e provavelmente o Apple Watch ainda não apresentação a tecnologia OLED. Isso aumenta ainda mais as especulações sobre o lançamento de um iPhone 6S em 2015, enquanto um iPhone 7 com maiores alterações sairia somente no ano que vem.

Cupons de desconto TecMundo: